-->

Páginas

22 maio 2009

De volta

Morta de cansaço, claro. Acordei às 6h10, às 6h50 estava à porta do escritório do fornecedor, no centro de Lisboa; saímos às 7h20, chegámos ao Algarve às 10h05. A reunião estava marcada para as 10h30; começou às 11h45. Saímos do Algarve às 12h40, parámos para almoçar a meio do caminho, chegámos a Lisboa às 15h00 em ponto. Peguei no meu carro, entrei no Colombo para uma compra rápida e vim para o escritório. Agora estou estoirada, só me apetece é cama e ainda tenho tanto que fazer hoje... Mas já despachei o essencial, portanto... Casa!!

Adenda: eu nunca tinha andado a 240kms/h. Quer dizer, tinha, mas de avião. Eu sabia que o homem havia de ter um acesso de fogo-no-rabo qualquer...

2 comentários:

  1. Se fosse eu à pendura, garanto que o senhor não atingia essa velocidade, garanto mesmo! E se o senhor insistisse, então o melhor era deixar-me à beira da estrada que eu lá havia de me desenrascar para chegar a casa.

    ResponderEliminar

Obrigada!