-->

Páginas

08 junho 2009

Gosto / Não Gosto

Gosto de

dias abrasadores, de pastéis de Belém, da linha de Cascais, de gatos, de férias no Alentejo, de viajar, de andar de avião, de ler livros "complicados", de ver filmes "alternativos", de cinema francês, de Gabriel García Marquez e mais ainda de José Saramago, de lulas, de cozinhar, de caipiroskas, de acordar à uma da tarde (embora não saiba o que isso é há coisa de ano e meio), de vestidos de noiva, de decoração, de design, de jogos de computador tontos,de séries de tv, de escrever nos meus sítios (blogs, cadernos, documentos de Word que, espero eu, me mudem a vida um dia destes), do meu trabalho, dos meus colegas de trabalho, do meu namorido, do que construímos juntos, dos meus pais, das culturas japonesa, indiana e árabe, de morar perto de Lisboa, da Bad Bones, de Snow Patrol e de The Fray, de cantar (mal) enquanto conduzo, de ir à praia, de ler em esplanadas, de 7Up com groselha, de caracóis, de peixe grelhado, de saladas de rúcula, tomate cherry e queijo mozzarella fresco, de falar ao telemóvel, de fazer desporto, de rir, de passear sem destino, de visitar igrejas, de estudar religiões, de passar horas com as minhas duas amigas do coração (L. e S.), das minhas memórias de miúda, de sentir saudades, de Itália e de Marrocos, de nunca estar quieta, de ser forte, de saber ouvir, de ser capaz, de ser eu...

Não gosto de

feijoada, favas, feijão e demais alimentos pequeninos que enfarinham na boca, de pessoas demasiado complicadas, de gente inconsequente, de comentários pouco inteligentes, de blogs-que-toda-a-gente-lê-e-que-são-teoricamente-muito-intelectuais, de coisas ditas para magoar, de passar mais do que três dias na terra do namorido, de dias de chuva fora de época, de comer à pressa, de não ter tempo para mim, de não fazer as coisas de que gosto, de não poder dizer tudo o que me apetece, de já não ter o meu avô comigo (tenho tantas saudades dele...), de cinema de acção parvo, da Rita Pereira, de má comédia, dos pseudo-deuses do Twitter, de viajar atrás nos carros, de viajar de costas, seja em que transporte for, da minha sinusite, de não ter tempo para ler mais...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!