-->

Páginas

29 julho 2009

A morte ali ao virar da esquina

Soube hoje que morreu ontem um colega meu de faculdade. 30 anos. Estava bem, a namorada falou com ele de manhã, depois voltou a ligar insistentemente, ele não atendeu, ela foi a casa dele e encontrou-o morto.

Como é que se morre aos 30 anos? Estou completamente estarrecida com isto... uma coisa é a ideia da morte, outra, bem diferente, é morrer alguém da nossa idade, de um momento para o outro, sem que nada o fizesse anunciar.

E a coisa mais arrepiante, para mim, é um detalhe simples: ele era precisamente um dia mais velho do que eu. Um dia...

7 comentários:

  1. Acho que me arrepiei toda...
    Não se compreende como isto acontece. É assustador.

    ResponderEliminar
  2. Que história tão triste. Estou toda arrepiada!!! É pena que só nestas alturas nos lembremos que a vida pode pregar-nos partidas. Por isso devemos sempre viver cada dia como se fosse o último (com juízo, claro).

    ResponderEliminar
  3. No dia em que escreveste este post (ontem) fiz eu 30 anos... e pensava nas décadas que ainda iria (irei!) viver.

    ResponderEliminar
  4. Que horror... infelizmente a morte nao escolhe idades e até os novos partem...

    ResponderEliminar
  5. Pois Rachelet... é daquelas coisas que é impossível prever, não é?

    (Felizes 30! É uma idade do caraças!)

    ResponderEliminar

Obrigada!