-->

Páginas

05 agosto 2009

Segunda parte

Depois daquela super-reunião, outra. Falar com árabes é sempre qualquer coisa de sublime. No caso, é um árabe (não é muçulmano) que fala português (bem melhor do que eu falo francês, que é a segunda língua dele). Ainda assim, há demasiadas pausas no discurso, estamos frente a frente e parece que estamos a falar através de uma ligação por satélite, mas das más, com imensos delays.

O que eu (também) adoro no meu trabalho é isto: a possibilidade de conhecer muita gente diferente, de muitas culturas diferentes...

[Com este árabe em particular tive uma vez uma conversa sobre judeus vs muçulmanos vs cristãos. Claro que não chegámos a consenso. E claro que a visão dele da coisa é... limitada!]

1 comentário:

  1. Também gosto de falar com estrangeiros, aqui na empresa também é o prato do dia.

    ResponderEliminar

Obrigada!