-->

Páginas

05 agosto 2009

Um dia bom

Hoje está a ser um dia bom. Muito bom, aliás. Tive uma reunião com uns clientes estrangeiros. Andamos a trabalhá-los há meses e hoje foi a apresentação da parte mais importante do projecto. Eu já deixei de precisar de babysitter laboral há muito tempo, portanto reuniões destas são mato. Não me atrapalho, respondo ao que me perguntam, leio as pessoas antes de elas sequer abrirem a boca e adequo o discurso. Parece mau, mas é o meu trabalho (e eu AMO).

Hoje, ao fim de meia hora de reunião, ouço o que queria ouvir: está adjudicado. Apeteceu-me saltar da cadeira e dar beijinhos aos senhores. Não o fiz, obviamente. Mas saí de lá e o primeiro telefonema foi para o super-patrão-que-está-de-férias. E gostei ainda mais de ouvir o que ele me disse do que daquele "está adjudicado": "fizeste um granda trabalho! Parabéns! E obrigada". Isto é de valor: um patrão que entrega os louros quando tem que entregar, que reconhece os esforços e que, ainda por cima, agradece. Por isso é que eu digo que só me vou embora daqui arrastada pelos cabelos. Sou mesmo apaixonada por esta empresa, caraças!

2 comentários:

Obrigada!