-->

Páginas

30 setembro 2009

Chamar os bois pelos nomes

Eu gosto de viver sozinha. Eu gosto de estar sozinha. Eu não sou homem-dependente. Já não vivo sozinha há quase 2 anos, não estou sozinha há quase 2 anos (os nossos 11 anos de namoro tiveram uma interrupção, vá, grande), mas continuo a não ser homem-dependente. Aliás, eu procuro momentos para estar sozinha em casa porque tenho saudades dos meus idos tempos de solteirice, em que nunca sabia o que ia acontecer a seguir. Tenho saudades e tenho pena de não poder ter um clone para viver uma vida dessas e outra como a que tenho agora.

Se tenho a certeza que quero casar? Tenho. Se podia ser feliz sozinha? Claro que sim!

(E atenção que "sozinha" não é encalhada nem triste, só e abandonada como um gelado Olá. É descomprometida, apenas...)

3 comentários:

  1. Como te compreendo. Adoro o meu marido mas também não abdico dos meus momentos a solo!

    ResponderEliminar
  2. Eu sou ao contrário, não gosto de estar sozinha!

    ResponderEliminar
  3. Uiii... e não é que é mesmo isso!!

    ResponderEliminar

Obrigada!