-->

Páginas

01 setembro 2009

Contradições

Ser-se coerente também passa por saber assumir as contradições. E eu sou uma miúda cheia delas. Por exemplo: sou de esquerda e sou católica, daquelas que vai à missa e tal. Isso não faz de mim esquizofrénica nem incoerente. Consigo perfeitamente encaixar as duas vertentes no mesmo corpo. E consigo ser fiel a ambas, sem abdicar de nenhuma.

1 comentário:

  1. Com certeza. ou então não passávamos todos de um amontoado de clichés.

    ResponderEliminar

Obrigada!