-->

Páginas

23 setembro 2009

"No Teu Deserto"

O so-called quase romance do Miguel Sousa Tavares é, como o nome indica, um deserto. Árido. Eu embirro com o homem, que é uma série de coisas que eu detesto que os homens sejam (sem contar com o facto de ser do FCP). Contudo, e porque há um "xódó" tão grande em torno dele e dos livros dele, resolvi começar com um pequenino e baratinho. Assim, se não gostasse, não me chateava tanto com o dinheiro que tinha pago pelo livro.

Pois que não gostei. Aquilo bem espremido dá... nada. Nem consigo explicar o que se passa no livro, tal a desorientação. Se calhar vou mesmo ter que ler o Equador, para ver se percebo o tal "xódó" à volta do homem. Desaconselho, portanto. Pura perda de tempo, é o que é.

1 comentário:

  1. Esse livro não é de todo representativo da sua escrita, apesar de eu ter gostado. O melhor mesmo é ler o Equador:-)

    ResponderEliminar

Obrigada!