-->

Páginas

21 outubro 2009

Hair day

Andei a deixar crescer o cabelo para o casamento (sonho de miúda: casar de cabelão comprido). Agora ando doidinha para me ver livre de um bocado de cabelo (pesadão, sem forma...).

Aqui há tempos descobri que um amigo meu de infância se tornou num cabeleireiro do caraças. Abriu um sítio muito giro ali para os lados de Oeiras e tal. É hoje. Vou meter o cabelo nas mãos do Renato e ver o que isto dá...

(Chill Factory, Oeiras city.)

2 comentários:

Obrigada!