-->

Páginas

17 dezembro 2009

Bullying

Hoje a minha criança foi vítima de bullying pela primeira vez. Na verdade, o que aconteceu foi um miúdo chegar-se ao pé dela, puxar-lhe os cabelos, mandar-lhe a mão ao lábio inferior e puxar. Para mim, foi bullying. Para mim, que não assisti à cena e só soube depois, foi bullying. Se tivesse visto provavelmente até tinha achado graça ao facto de um pinchavelho ainda mais pequeno que ela lhe ter feito aquilo. Ou teria só ficado com vontade de fazer, eu própria, o mesmo ao miúdo. Ou não daria importância nenhuma - na verdade, mesmo não tendo assistido, não dou. Ela, coisinha e dócilzinha, vai começando a ter corpo para se defender. Organize-se. Ela, coisinha e dócilzinha, não fez mais do que miar com o susto e seguir com a vida dela. Como eu gosto de gente descomplicada, sem alma de drama queen...!!

5 comentários:

  1. bullying não é isso, miúda...não percebi se essa parte era a gozar...

    ResponderEliminar
  2. Bem, bullying ou não, a pequena reagiu bem. Mai nada!

    ResponderEliminar
  3. Inês, eu sei que aquilo não foi bullying. Ironia, lá está... (já me conheces há tantos anos e ainda não me topas à légua?? Acho mal!!).

    ResponderEliminar
  4. Eu apanhava nas trombas quase todos os dias quando andava no ciclo, eu era muito pequena em comparação com os miudos que lá andavam, e eles lá deviam achar piada baterem-me. Volta e meia chegava a casa toda negra. Detestei esses dois anos da minha vida.

    ResponderEliminar

Obrigada!