-->

Páginas

04 dezembro 2009

Ironia

Devia ter colocado isto como disclaimer aqui no blog: eu sou irónica, sarcástica, acutilante, mordaz e, a espaços, azeda. Portanto por favor percebam que, de vez em quando, falo com ironia, sarcasmo, acutilância, mordacidade e, a espaços, azedume.

Quando, no post anterior falei nas "idiotas das feministas" talvez devesse ter colocado o asterisco com este disclaimer em baixo. O objectivo não era ofender ninguém, como é lógico.

Outro disclaimer muito importante aqui para este espacinho: sentido de humor. Eu tenho tendência para o disparate, não me levo demasiado a sério e falo de (quase) tudo com a tal ironia, etc., que mais não é do que falar de coisas sérias meio a brincar.

5 comentários:

  1. Mas houve alguém que não tivesse percebido isso? Tótós! lol

    BJS*

    ResponderEliminar
  2. Uma pena que tenha sido sarcasmo porque as mulheres, tendo conseguido chegar onde chegaram, tiveram que lutaram o dobro do que os homens por isso sim, deveriamos ser acarinhadas e sermos tratadas como dondocas, princesas e o catano.

    (eu nunca pedi obrigações iguais! só direitos! eu quero ser a fragil da relação, caramba. Isso é mau?)

    ResponderEliminar
  3. Estou contigo. Quanta vez já não me ocorreu o mesmo pensamento, caramba...
    E há sempre quem leve tudo à letra, mas com paciência e dois dedos de conversa lá nos atinamos!
    ;)

    ResponderEliminar

Obrigada!