-->

Páginas

19 janeiro 2010

Amizades com distâncias

Tenho pena, tanta, de não viver perto da M., que nem conheço pessoalmente, apesar das horas que passamos a falar, dos segredos, dos desabafos, das alegrias, de tudo. Sei que, não fosse a distância, seríamos boas, muito boas amigas. E mesmo com a distância somos. Mas hoje sinto que devia estar lá, para um almoço na Foz e um abraço apertado.

Gosto de ti, miúda!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!