-->

Páginas

07 janeiro 2010

Anti-noiva

Moi même. Sou anti-achaques de noiva (anti-achaques no geral) e não me dei bem no papel de noiva-modelo-55, daquelas noivas que andam em stress até verem as provas das fotografias, que ligam 350 vezes por dia ao fotógrafo até terem tudo nas mãos, que massacram quem de direito até terem finalmente o vídeo do casamento pronto.

Eu já tenho o CD com as 1708 fotos do meu casamento há mais de um mês e ainda não o vi. O meu marido vai hoje buscar o vídeo e eu não sei se tenho paciência para o ver. Recuso-me a espetar secas de "vou mostrar-te as fotos do meu casamento" quando vai alguém lá a casa. Achei um enfartamento brutal o dia em que o meu marido mostrou o vídeo da lua-de-mel aos meus pais (vídeo esse onde eu faço uma figura ridícula a falar italiano - porque sempre que vou para o estrangeiro e há uma câmara nas mãos dele eu acho que tenho que apresentar o local na língua nativa, quer saiba ou não falar).

Era só isto, pronto.

8 comentários:

  1. Há pouco tempo uma amiga recém casada e recém mamã brindou-me com o vídeo do nascimento da petiz... Digamos que funcionou assim como uma espécie de contraceptivo...

    ResponderEliminar
  2. Credo, de um parto?? Bolas, pior do que estafas dos álbuns de casamentos.

    ResponderEliminar
  3. Os vídeos de casamento até são suportáveis, o chato são aqueles vídeos das ecografias...seca. Só os pais e os avós acham piada àquilo mas insistem..

    ResponderEliminar
  4. E quando fores à Rússia também vais falar russo? Quem diz Rússia, também diz China, Japão.. Se fosse a ti ia treinando. ; ) ***

    ResponderEliminar
  5. Deve ser super cansativo. Nunca passei por isso, mas compreendo-te! Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. LOL, mas às vezes até há pessoas que gostam de ver as fotos!

    ResponderEliminar
  7. É do pior que há ser-se brindado com álbuns e vídeos de casamento!

    ResponderEliminar

Obrigada!