-->

Páginas

26 janeiro 2010

Precisa-se

Descanso do descanso. Dói-me a cabeça de tanto dormir. Mas as sestas são mais fortes do que eu... o sofá grita por mim, o edredon enrola-se à volta do meu corpo, as almofadas auto-alinham-se, as minhas mãos procuram o calor, a tv colabora e dá coisas escuras* que me dão sono. Eu não tenho culpa.

*Quando andava no secundário, aí pelo 11º ano, passava todas as tardes que podia a ver o Drácula. Na verdade, pouco via do filme. O objectivo era mesmo dormir. Como aquilo era tudo muito soturno, bastava-me fechar a persiana da sala, deitar-me no sofá com o meu cobertor por cima - que ainda existe e que ainda é o meu cobertor em casa dos meus pais - para adormecer por umas duas ou três horas. Tempo perdido? Nem por sombras!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada!