-->

Páginas

22 fevereiro 2010

A "bitch" called Nigella

 Não lhe bastava cozinhar bem, não. Tinha que ser bonita (não é gira, nem linda, é bonita, que é uma coisa completamente diferente). E tinha que ser inglesa, therefore, ter aquele beautiful british accent que é lindo. E tinha, on top of all this, que cozinhar numa cozinha fabulosa, daquelas que dá vontade de ir a correr à loja e comprar igual.

A mim não me bastava gostar de cozinhar, não. Tinha que querer fazer sempre mais, tinha que gostar de programas de culinária e, on top of all this, tinha que ter um marido facilmente deslumbrável. Ando a "Nigellar" e isso preocupa-me. Porque se eu me limitasse a cozinhar e não comesse... mas não... eu como. E o problema da Nigella é que aquilo é tudo comfort food. E eu não resisto.

Mas agora estou de dieta, portanto limitar-me-ei às coisas light da Nigella... e a ver a Nigella... e a não carregar no "Checkout" com livros da Nigella no carrinho de compras...

3 comentários:

Obrigada!