Da poesia

fevereiro 22, 2010

É preciso ser-se mesmo muito bom a tamborilar com as palavras para se fazer boa poesia com rimas. A fórmula gasta dos verbos é para esquecer. Alma e calma, ama e chama, perfume e queixume está mais do que batido. Eu, que gosto muito (mesmo) de poesia, fujo de poemas em rima como o diabo foge da cruz simplesmente porque, regra geral, aquilo é mau. Agora, poesia como deve ser pelas mãos do Vasco Gato, do valter hugo mãe (as minúsculas são propositadas - ide googlar), do José Luís Peixoto... isso sim... merece o tempo que se gasta a ler...

Pronto, era só isto. Fazia cá falta um travozinho de erudição pedante, vai daí...

You Might Also Like

3 comentários

  1. Também estiveste a ver o "Câmara Clara"? :)

    Também gosto muito do valter hugo e do José Luís, já do Vasco Gato confesso que li muito pouco:/

    ResponderEliminar
  2. Ja agora aproveito para publicitar o meu desafio =P
    http://whats-left-inside.blogspot.com/2010/02/desafio-de-pascoa.html

    ResponderEliminar
  3. Poesia não é o meu forte. Nem ler nem escrever.

    ResponderEliminar

Obrigada!

GoodReads Challenge

2020 Reading Challenge

2020 Reading Challenge
Lénia has read 29 books toward their goal of 40 books.
hide

Instagram

Parceria

Subscribe