-->

Páginas

09 fevereiro 2010

Sense of style

Quando vou sozinha a shoppings é certinho: quando os meus olhos batem nas pessoas, o meu cérebro tira o raio X aos modelitos e começa a apitar "penteado horrível, grande nível, sapatos lindos, CREDO, que merda de camisa é essa?, saíste do ano de 1989 directamente para aqui, WTF??, olha que gira, matava para ter aquelas botas, cabra da gaja que é magra, que coisa mais horrível" e por aí fora. Não consigo controlar. Hoje, por exemplo, vi uma mulher linda, muito bem vestida, altíssima, loira, poderosa. Que perdeu toda e qualquer elegância por estar, de saia travada, perna aberta, parada a enviar um SMS.

Depois de o meu cérebro me gritar a "avaliação" dos modelitos, desato a receber informação do género "cortavas o cabelo pelos ombros, com umas pernas dessas devias ser proibida de usar mini-saia, umas aulas de auto-maquilhagem calhavam bem, essas calças ficavam bem com uma camisola assim e assim, esse casaco não assenta bem nos ombros, e ir fazer as madeixas, não?", etc... Eu, que não sou nenhuma expert, dou por mim a desejar ter um programa de televisão do estilo "What Not To Wear" só para fazer alguns reality checks a algumas pessoas que bem precisavam de ajuda. Eu própria, se pudesse, investia em 3 ou 4 horas do tempo da Mónica Lice para me actualizar. Também bem precisava!...

8 comentários:

  1. Eu sou igual... Pior é que o meu boy já percebeu e começa "lá estás tu a radiografar", não tens vergonha? lol

    É mais forte que eu...

    **

    ResponderEliminar
  2. Costumo fazer a primeira parte... Há cada um que até mete dó!
    Bjinho

    ResponderEliminar
  3. agora tenho medo de me voltar a encontrar contigo :p

    ResponderEliminar
  4. Idem (Espero que tenha tido uma boa avaliação e que não me tenhas andado a filmar...:P)

    ResponderEliminar
  5. Acho que todos nós fazemos isso, consciente ou inconscientemente...

    ResponderEliminar
  6. Tens uma "personal stylist" dentro de ti:-)

    ResponderEliminar
  7. às vezes saltam coisas dessas, mas como sou distraída só reparo quando é mesmo uma coisa muito horrivel.

    ResponderEliminar
  8. hmmm, compreendo, só não gostei do "cabra de gaja que é magra". ;-)
    Uma magra sofre como o caraças e não há maneira de os outros acreditarem :-)

    ResponderEliminar

Obrigada!