-->

Páginas

04 fevereiro 2010

Um dia de sol

Depois da minha corrida de fundo matinal que já é hábito, aventurei-me até à Segurança Social, na expectativa de demorar no mínimo umas duas horas e meia (até lanche levei, para verem a fé que eu tenho naquilo). Mas o que é facto é que, devido à simpatia do senhor que manda nas senhas, tive direito a uma senha prioritária e despachei-me em... vinte minutos.

Fui chamada de urgência a Lisboa, para ir a um parceiro de negócios explicar umas tabelas de Excel, sendo que o que carecia de explicação não eram números e sim letras (os nomes que demos às colunas, imaginem). Decidi, uma vez que a coisa se deu em cima da hora de almoço, que ia ter direito a um almoço perfeito: eu e o meu livro, no japonês. E assim foi: sushi, sashimi, chá verde a ferver, gelado de chá verde com frutas e um café, umas 30 páginas do livro, uma hora e dez minutos e pronto, está feita a festa (e é também nas horas de almoço que não gasto no shopping e que não uso com amigos que avanço a leitura).

Às vezes não preciso de muito para ter um dia feliz...!

1 comentário:

  1. A mim, parece-me bem! =) Embora não seja grande fã de sushi, ontem experimentei fazer isso. Um almoço saudável, eu e o meu livrinho. E soube-me pela vida! =)

    ResponderEliminar

Obrigada!