-->

Páginas

31 março 2010

Manias

Não percebo a mania dos pais darem o seu nome aos filhos. Juro. É o quê? Homenagem a eles mesmos? Maneira de perpetuar a coisa? Pancada? Quando se trata de um nome que já vai na 5ª geração ainda vá que não vá, agora só porque sim... yuck. Lembro-me sempre daquele casal chiquíssimo (not) do Big Brother, o Pedro e a Lara, que chamaram aos filhos... Pedro Lara e Lara Pedro... Coisinha gira. E original. E brega.

8 comentários:

  1. Nenhum dos meus filhos tem o nome do pai, mas o mais velho esteve quase, quase a ter. E teria se não tivéssemos acordado num nome de que ambos gostávamos. Mas só porque eu até gosto do nome do meu marido, porque senão nem considerava essa hipótese.

    ResponderEliminar
  2. Nossa que horror.. deve ser falta de originalidade.. apesar do nome da minha filha ser simples, nunca colocaria igual o meu...

    ResponderEliminar
  3. Pois eu sou a terceira com o meu nome da familia, quando ligavam lá para casa cheguei a perguntar com qual queriam falar, a avó, a mãe ou a filha... Não tem piadinha nenhuma. Bjs

    ResponderEliminar
  4. Ehehehehehe! Concordo plenamente.
    Pedro Lara e Lara Pedro?? Coisa horrorosa!

    ResponderEliminar
  5. Mas para se chegar à 5ª geração é preciso haver uma primeira, uma segunda...

    ResponderEliminar
  6. Pior é quando acrescentam "Junior" depois do nome do pai. Santo deus!

    ResponderEliminar

Obrigada!