-->

Páginas

16 abril 2010

Das aldrabices

Hora de almoço, Bulhosa do Oeiras Parque. Um escaparate com o Wolf Hall em promoção chama-me a atenção. A dita promoção consta de 10% de desconto e oferta do "Cruzada", da Robyn Young. Pego no Wolf Hall, dirijo-me à caixa. Aquilo passa com os 10% de desconto. Nem uma palavra da empregada. Pergunto se a oferta do outro livro (que está anunciada como dependendo do stock disponível) ainda está a decorrer. Empregada diz que não sabe. Outra empregada por trás diz que já não há. Eu faço um ar meio "não sei se acredito". Empregada vai ver ao armazém e volta de mãos a abanar. Outro empregado levanta uns papéis que estão por cima de uma caixa. A caixa está cheia de exemplares d'"A Cruzada". Sorrio e digo "afinal parece que o stock está um bocadinho longe de esgotar"... Empregada faz um ar meio "já meti a pata na poça". Pago. Fim de história.

(Promoção válida até dia 18, portanto, a quem possa interessar...)

5 comentários:

  1. Tem sempre um serviço "exemplar" essa loja... E depois queixam-se das fnacs. O meu tio já de lá saíu a bufar, desde aí cada vez menos lá vou. Mas a promoção parece interessante, ver se lá dou um salto em breve!

    ResponderEliminar
  2. Também qual era o interesse de fazerem essa promoção se não querem dar os livros?

    ResponderEliminar
  3. Livros compro na Fnac e/ou na Feira da Adroana, até os mais recentes, agora revistas estrangeiras essa Bulhosa tem mais baratas. A revista da Oprah, que no El corte Ingles custa 9,90€, aí custa apenas 5,80€, por exemplo.

    ResponderEliminar
  4. Odeio esse tipo de empregadas, e pelo menos pediu desculpa?

    ResponderEliminar

Obrigada!