-->

Páginas

06 maio 2010

Casamento low-cost

Não tenciono gastar um cêntimo com o próximo casamento. Excluindo a prenda, obviamente. E a roupa da miúda que, por não ser betinha, não tinha roupa-para-ir-a-casamentos que lhe servisse. Portanto:

Vestido, sapatos, clutch e casaco: amiga linda.
Manicure, pedicure, cabelos e make-up: DIY.

E já menti: comprei uns collants. Bolas...

8 comentários:

  1. Também tento esse princípio, com roupas da mãe e irmã. Ser convidada para casamento é um convite a gastar um dinheirão.

    ResponderEliminar
  2. Eu nunca tenho essa sorte, e normalmente sou eu que empresto vestidos, malas, colares, brincos, etc., etc..
    Mas, quanto a penteado e maquilhagem, a minha irmã é excelente e eu não preciso de gastar dinheiro nem de me levantar demasiado cedo.

    Mas realmente gasta-se um dinheirão, sobretudo quando ainda é preciso pagar viagens...

    ResponderEliminar
  3. É verdade... Eu adoro casamentos, apesar de por vezes se apanhar grandes secas, mas gasta-se muito dinheiro. Fazes bem :)
    Bom casamento :P

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. a roupa da criancinha pede-se emprestada, pá!

    ResponderEliminar
  5. Já compraste a roupa dela? Eu se calhar tenho aqui vestidos que dão!

    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Oh pá, comprei-lhe um vestido todo giro na Primark, que me custou 8 euros. Mais uma t-shirt e um casaco que dão para depois. Não a mascaro de menina-que-vai-a-casamentos porque não gosto e porque acho um investimento estúpido. Mas se voltar a precisar cravo-vos, ó Costinhas e InesN!

    ResponderEliminar
  7. A Primark às vezes tem vestidos mesmo bonitos para meninas, e que se adequam perfeitamente a casamentos.

    ResponderEliminar

Obrigada!