-->

Páginas

23 maio 2010

Et voilá!

Descobri porque é que o rácio de gente gorda é tão baixo aqui, comparando com Portugal. Serve para Londres também. Fácil, fácil. A culpa é de duas coisa:


a PUTA da calçada portuguesa


e


a inexistência de transportes públicos como deve ser.


Senão, vejamos: com aquela linda calçada (coisa de museu) que temos, o convite a fazer quilómetros a pé é... zero! Depois, como os transportes não são suficientes, toca de pegar no carro para tudo. Logo, não se anda. Logo... fica tudo nas ancas e rabo.


Um pavimento liso, normal, para pessoas normais (e não para doutorados do Chapitô) era meio caminho andado para resolver o problema. E se o governo se deixasse de merdas e metesse o dinheiro do TGV em transportes, vá, úteis, aposto que muito mais gente andava muito mais a pé, logo exercitava rabo e ancas, logo perdia aquele ar tristemente gordo que as portuguesas têm (sim, é uma generalização. Mas toda a gente sabe que Dianas Pereira não há muitas por lá... agora, por aqui, sim, há! Imensas. Magras. Parvas!).

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Pois, a calçada! Detesto andar a pé por causa disso mas como ainda não tenho carro e na terrinha os transportes são mais que escassos, toca a bater a perna pela calçada fora :s

    ResponderEliminar
  3. Em Amsterdam achei o mesmo. Devem ter-me achado um bicho raro...

    ResponderEliminar
  4. Uma das recordações de Paris que guardo com mais saudade no meu coração, é mesmo a calçada deles!!! Caramba, que paraíso para os saltos... :)

    ResponderEliminar
  5. és capaz de ter razão! Sempre me questionei sobre a elegância das francesas e essa deve ser a resposta:) bj

    ResponderEliminar
  6. Olá,

    será que me podes explicar porque é que os "doutorados do chapitô" estão mencionados neste post, desculpa mas não percebo, como eu fiz o 1º curso há 20 anos atrás no chapitô , gostava de entender...

    ResponderEliminar

Obrigada!