-->

Páginas

07 maio 2010

Imaginemos

Num mundo ideal, a esta hora eu iria à cozinha aquecer água para um chá. Teria já escrito uns 5000 caracteres e teria outros tantos na ponta dos dedos, prontos a aterrar no teclado. Faria um chá verde, mudaria a tv de canal (sem som, só para fazer companhia) e decidiria, entre um gole de chá e outro, o que fazer o jantar. Iria à cozinha adiantar isso. Por ser sexta-feira, seria o marido a ir buscar a filha e eu teria mais meia hora para mim. Tomaria um banho de imersão demorado, acompanhado de páginas do livro que estivesse a ler. Teria tempo para depilação, exfoliação e máscara de cabelo. E para creme hidratante quando saísse do banho. Não teria havido obras no prédio neste dia e não haveria carros estacionados em segunda fila (para que os que estivessem bem estacionados não tivessem que apitar para sair).

Teria feito uma sobremesa a meio da tarde, uma pannacotta com coulis de morango, que desenformaria na perfeição. Teria uma sangria de espumante e frutos vermelhos a refrescar, à nossa espera. Teria lidoum bocado, ido à rua comprar uma revista, pesquisado coisas na net, brincado um bocado com o Facebook, eventualmente teria até tido tempo para ver um episódio da Anatomia de Grey (fiquei no 7º da 6ª série e ainda não voltei a pegar naquilo). A máquina do pão teria apitado às 17h, com um pão de sementes delicioso, à minha espera. Não estaria minimamente preocupada com a comida que se acumula nas minhas ancas, nem com o facto de não ter nada para vestir. Mudaria a água às geribérias da sala e do hall e arranjaria tempo para reunir mais duas ou três imagens para um caderno de inspiração (uma espécie de mood board) que ainda não comecei a fazer, mas que está na lista dos to-dos. Teria mudado o basílico para o vaso-das-ervas-aromáticas e dado mais um avanço no álbum de casamento. Teria escolhido dois ou três filmes para ele escolher um deles para vermos depois de jantar. Teria aproveitado metade da manhã com a miúda, nos mimos, e tê-la-ia levado à escola, onde teria lido uma história aos miúdos da sala dela. Teria sorrido mais, relaxado mais, tido um dia mais cheio. Num mundo ideal, eu seria feliz.

No meu mundo real, hoje sou ainda mais feliz do que seria num mundo ideal. Mas hoje teria juntado o melhor dos dois mundos e teria tido um dia perfeito.

2 comentários:

Obrigada!