-->

Páginas

01 maio 2010

Wake up in the morning

Era suposto irmos piquenicar para o Jardim da Estrela. Não era suposto estar a chover. Logo, não vamos piquenicar para lado nenhum. Ainda assim acordei cedo. Tomei banho. Tirei o pão acabadinho de fazer da máquina. Tomei o pequeno-almoço. Bebi um café. Fui dar uma volta nos roupeiros e livrei-me de um saco de roupa. Fui dar uma volta nas gavetas e livrei-me de mais um saco de roupa. Sentei-me ao computador. Li. Escrevi. Joguei (caraças mais ao Facebook!). Estou a escrever este post. São 11h12.

E agora vou às compras e buscar a minha filha e volto para fazer o almoço. Às 13h30 estaremos a almoçar. E mais logo há jantar cá em casa, com uma amiga. Os nossos maridos vão para a despedida de solteiro do noivo da semana que vem e nós, como boas... más que somos, não vamos à despedida de solteira da noiva. Porquê? Porque é um dos eventos que entra na categoria de "frete social com gente de quem não gosto". E eu recuso-me a fazer fretes. Já não tenho idade para isso.

4 comentários:

  1. fui para os copos onte... não me fales em wake up in the morning... tou que nem posso :)

    ResponderEliminar
  2. Couldn't agree more. Nada de fretes, que a malta é crescida o suficiente para descartar o que não interessa, certo?

    ;)

    ResponderEliminar
  3. nao fazer fretes é, sem duvida, uma liberdade que devia estar consagrada na Carta Universal dos Direitos Humanos!

    ResponderEliminar

Obrigada!