-->

Páginas

23 junho 2010

Intimidades

Há coisas que só uma relação longa, estável e sólida traz. A intimidade. Ontem tive um momento que me marcou.

O meu marido anda, com o alto patrocínio do trabalho que tem, com um ombro lixado. Ontem, onze e tal da noite, ele deitado, eu a pôr-lhe um saco quente no ombro, depois a massajá-lo com Voltaren, depois a ajeitar-lhe o lençol para dormir. Eu, de pijama (parte de cima descombinada da de baixo, que eu não aguento as calças de um pijama nem a camisola do outro), meias a prender as calças, cabelo amarrado num rabo-de-cavalo mal feito. Sexyness? Zero.

Mas sei que ele me ama. Sei que não me troca por nada. Sei que é comigo que se sente bem. Não se importa que eu esteja mais gorda, mais magra, de cabelo mais curto ou mais comprido. Não se importa de me ver com a maquilhagem por tirar nem de pijama vestido, na tal figura que descrevi. E isso eu nunca tive com mais ninguém. Nunca me senti à vontade com mais ninguém para ser eu, para estar confortável em casa, para não pensar no que o outro iria pensar. E isto não é desleixo. É intimidade. Desleixo seria se eu só andasse assim. Não é, de todo o caso (ainda ontem, ao chegar a casa, ele tratou de elogiar o vestido que eu tinha posto). Chegámos (há muito tempo, não é de agora) àquele ponto em que a outra pessoa é parte de nós, em que, não sendo nós apenas uma pessoa, somos um do outro como de mais ninguém. E a isto também se chama felicidade.

13 comentários:

  1. Um texto delicioso. Quem não anseia por uma partilha assim?

    ResponderEliminar
  2. Lindo!

    (também sinto isso, sabes?! e é tão bom)

    Beijinnhos

    ResponderEliminar
  3. é muito bom quando sabemos que podemos estar tão à vontade com alguém e que nunca seremos julgadas por isso. Poder andar de pijama descombinado, cabelo despenteado, olhos remelados (brincadeirinha) e que somos na mesma as mais lindas do mundo =)

    ResponderEliminar
  4. Apesar da pouca idade que tenho, e de ainda não ter encontrado ninguem para partilhar a minha vida, é assim que me quero encontrar daqui a uns anos... Porque não é essencial ter alguem esbelto e perfeito ao nosso lado, mas é fundamental ter uma relação sólida e essa tal intimidade! Alguem que goste de nos ver maquilhada ou por maquilhar, penteada ou nem por isso! Que seja uma parte de nós ;)

    ResponderEliminar
  5. Não podia concordar mais! Conseguiste pôr por palavras o que há de melhor numa relação: intimidade, confiança e segurança...adorei este post!

    ResponderEliminar
  6. Que bonito :) um dia quero chegar precisamente a essa fase.

    ResponderEliminar
  7. demasiado bonito e sentido. lindo. :)

    ResponderEliminar
  8. :) é isso mesmo. E e muito bom chegar a esse ponto.

    ResponderEliminar
  9. Adorei o que escreveste. É tão difícil colocar em palavras aquilo que se sente! Mas conseguiste e quem o sente, consegue perceber que é mesmo verdade!

    ResponderEliminar

Obrigada!