-->

Páginas

07 julho 2010

Inigualável

Não há nada como ouvir bater o coração do(s) nosso(s) filho(s). Principalmente quando ainda não os sentimos mexer a toda a hora e quando não temos forma de saber se está tudo bem...

É o bater de coração que nos pára o mundo aos pés...

3 comentários:

  1. Na gravidez da Margarida, portanto na 2.ª, fiz uma ecografia a pedido do médico de família, às 7 semanas e qualquer coisa, para confirmarmos a gravidez (fiz praticamente uma eco por mês, no consultório da minha médica particular, mas o ecógrafo dela não tinha som). Pois como estava a dizer, às 7 semanas, ouvir o coração de um ser já tão amado é qualquer coisa. De arrepiar...

    ResponderEliminar

Obrigada!