-->

Páginas

27 agosto 2010

Desistir

Há que saber quando parar. Há alturas na vida em que chega o momento de, simplesmente, desistir e seguir em frente.

Foi o que fiz hoje. "A História de Edgar Sawtelle" de volta à estante. "Brethren", o primeiro de mais uma trilogia (desta vez da autora Robyn Young) começado. Três livros. O primeiro e o último serão lidos na versão original, o segundo será lido na tradução para português. Porquê? Porque comprei os três livros em inglês mas entretanto recebi o do meio, em português, numa promoção da Bulhosa. E como, apesar de não ter problemas em ler em inglês, leio mais depressa em português...


(Mais uma saga sobre a Idade Média. Mais uma saga sobre Cristãos versus Muçulmanos, as Cruzadas. Mais uma estória sobre o meu período preferido da História mundial... Não me canso, é um facto!).


3 comentários:

  1. Quando os livros não me prendem a atenção também prefiro pô-lo de parte, e tentar noutra altura.

    ResponderEliminar
  2. Qual foi o motivo da desistência? Já li esse livro e apesar de ter sido difícil acabei por aprender a gostar...

    ResponderEliminar
  3. O meu problema com os livros é que eu não sou de "aprender a gostar". Ou gosto ou não gosto. Recentemente percebi que não vou andar cá para sempre e que o tempo é curto e que, portanto, não vale a pena perder tempo com livros que não me enchem as medidas... Ainda há tantos livros que quero ler...

    ResponderEliminar

Obrigada!