-->

Páginas

18 novembro 2010

Um suave acordar

Acordar com ela a abraçar-me e a dizer “mãe, tu és pe’feita… tu és pe’feita pa mim”…

Nada se compara a este amor sem medida.


6 comentários:

Obrigada!