-->

Páginas

07 dezembro 2010

Presentes de Natal

Sempre me foi fácil dizer o que queria receber como prenda de Natal. A coisa rondava sempre os livros, roupa, pequenos electrodomésticos e não passava muito disto. Este ano as coisas são diferentes. Fui eu que comprei os presentes para mim. Dois livros, apenas; um para ele me dar, outro para a minha mãe me dar. Não quero mais nada. Não preciso de nada.

Para ele, calças de ganga (que ele gasta a uma velocidade impressionante, por causa do trabalho dele). Já comprámos as que eu lhe vou oferecer, falta mais um par para a minha mãe lhe dar. E ele também não precisa de mais nada (na verdade, precisa, mas não dá mesmo).

Para a mais velha comprámos um presente que se tornou obsoleto no aniversário dela. Comprámos-lhe um conjunto de máquina de lavar roupa, tábua e ferro de engomar (adora) mas os tios ofereceram-lhe uma mega-cozinha que tem isso incluído. O nosso presente acabará por ir para casa da minha mãe, para ela brincar lá.

Falta-me comprar 2 livros e mais 2 miminhos para dois bebés. E o nosso Natal este ano é assim. Sem gastos adicionais, sem loucuras nas compras, sem cabeças perdidas. Vou repetir a "fórmula" do ano passado e fazer umas compotas e uns biscoitos para oferecer. A parte chata é que no ano passado apostei no doce de abóbora e este ano aquilo que eu tenho lá em casa aos montes é... abóbora. Mas vou mudar os ingredientes da compota e vai ficar diferente.

Este ano é tudo a ajudar: orçamento muito mais limitado, cansaço muito mais acentuado, paciência a raiar os níveis mínimos. Só quero é sopas e descanso, começo a só estar bem sossegadinha, sem mexer uma pestana sequer. E isto, no Natal, não é lá grande ajuda...!


10 comentários:

  1. Também faço compotas e doces de frutas variadas e o de abóbora é o que tem mais audiência.
    É o terceiro ano consecutivo que ofereço este tipo de prendinha.
    Já experimentas-te colocar nozes no doce de abóbora?
    Ficam muito bem e fica o doce mais rico e diferente.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. No ano passado fiz com nozes e com pinhões. Ficou óptimo. Este ano acho que vou brincar com especiarias...

    ResponderEliminar
  3. Sou-te sincera: eu tb só gosto de oferecer coisas que as pessoas realmente precisam. E se tivesse jeito (e paciência admito) tb fazia compota e doces...

    ResponderEliminar
  4. Este ano vou oferecer nozes de saponária a toda a gente, como alternativa ecológica aos detergentes da roupa! Vou fazer uns saquinhos em tecido para pôr as nozes lá dentro e está o assunto das prendas resolvido!

    ResponderEliminar
  5. Como temos uma familia grande, este ano o meu Natal vai ter o alto patrocínio da Decathlon! Vai tudo receber polares:))
    Os de criança não chegam aos €5 e os de adulto a €8. É um presente útil e barato.

    ResponderEliminar
  6. E porque não fazes compota de abóbora com coco? Fica espetacular :D

    ResponderEliminar
  7. Eu gosto muito de receber e oferecer presentes mas se há coisa que este ano me mostrou é que o mais importante é ter saúde e estar com as pessoas que nos interessam tanto quanto pudermos. Fim.

    ResponderEliminar
  8. Este ano também vou optar pelos presentes caseiros, não só porque estamos em crise, mas porque ultimamente andamos a ficar peritos em doces;)
    Eu também nunca fui muito difícil com os presentes, com um livro eu já ficava feliz da vida! Mas no primeiro ano de namoro, eu e o R. fizemos uma lista e foi fantástico receber o que tínhamos pedido um ao outro. Não tem a mesma emoção, mas acabou por ser giro na mesma:)

    ResponderEliminar
  9. Cá em casa também é tudo ao minímo. Tens de descansar mais. *

    ResponderEliminar
  10. E fazes bem, que este tempo não está para muitos gastos.

    ResponderEliminar

Obrigada!