-->

Páginas

09 dezembro 2010

Update

Ando de rastos. Não é queixa, é um facto. Instalaram-se as dores nas virilhas, que são uma coisinha que me leva às lágrimas e que me faz não dar mais do que 30 passos de cada vez. Muito bom para quem precisa de se mexer.

Ontem aproveitei o feriado para levar a miúda a um playground, onde andou por lá a dar uso ao escorrega. Fizemos as compras de natal que nos faltava fazer e regressámos. Passei parte da tarde no sofá, a ver se me passava a dor nas virilhas. Depois foi um virote entre arrumar cozinha, lavar loiça, fazer jantar, apanhar roupa, lavar roupa e estender roupa. Deitei-me KO, como tem acontecido sempre.

O fim-de-semana espera-se... animado. Miúda a ir ao circo com o pai (eu este ano passo, que não estou em condições de estar sentada em bancos de pau durante duas horas). Depois haveremos de refazer o quarto deles: tirar coisas, montar coisas, pôr coisas, arrumar gavetas, armários e brinquedos. Quero lavar a roupa dele que vou levar para a maternidade. Quero fazer a mala. Preciso de passar a ferro e tenho que arranjar forma de o conseguir fazer sentada.

Entretanto, amanhã tenho a primeira consulta no hospital. A ver vamos o veredicto... mas quer-me cá parecer que as notícias não vão ser animadoras. É que eu queria MESMO trabalhar até ao final do tempo, mas já me sinto tão esgotada que desconfio que não aguento... (e já cheguei à altura em que, na gravidez dela, fui internada com ameaça de parto prematuro e fui obrigada a parar até ela resolver nascer... foram 4 semanas de descanso que me fizeram muito bem, confesso)...

4 comentários:

  1. Precisas mesmo de descanso e de alguém que te ajude nessas tarefas de passar a ferro, limpar casa...é nestas alturas que devemos requisitar a família:)
    Compreendo que queiras trabalhar até ao fim da gravidez, eu tb o fiz, mas pelo que dizes precisas mesmo de ter atenção ao teu estado e descansar. Tens esse direito. bj:)

    ResponderEliminar
  2. Mesmo não sendo tua médica e mesmo que não tenhas ameaça de parto prematuro eu aconselhar-te-ia a parares o ritmo porque se já é pesado pra uma pessoa em estado "normal", quanto mais para uma que carrega também o peso da barriguinha... cuida-te please!

    ResponderEliminar
  3. cuida-te :)
    e as melhoras para as virilhas, que grande chatice que tinha de vir agora complicar as coisas :(

    ResponderEliminar
  4. Tens de tomar conta de ti e dos teus.. *

    ResponderEliminar

Obrigada!