-->

Páginas

27 janeiro 2011

Sobre as visitas

Não me têm chateado nada. Porque são poucas, em doses controladas e sem grandes alaridos. Para domingo prevê-se uma enchente. E eu prevejo que às tantas vou ter sono e vou recolher aos meus aposentos.

(Porque são visitas que não informam que efectivamente nos vêm visitar. Dizem que pode ser que apareçam. E tanto podem aparecer 20 pessoas como nenhuma. E isso mexe-me com os nervos!)


4 comentários:

  1. Sim, lembro-me perfeitamente dos primeiros dias de vida da Joana, em que as visitas eram mais que muitas mas avisavam sempre.
    Beijinhos,
    Sofia

    ResponderEliminar
  2. As visitas são uma loucura! O meu filho nasceu num hospital privado em que podia ter visitas das 10 da manhã às 21h e foi o terror! Ele nasceu às 20h48 de 2 feira e na terça feira tivemos mais de 30 visitas. Umas primas da minha mãe que não se viam há anos, puxaram cadeiras, e estiveram mais de 4 horas a dar à língua. Só faltou beber chá. Foi de tal maneira que quando a médica me foi ver à noite para nos dar alta para o dia seguinte, acedeu ao nosso pedido de ficarmos mais um dia. Como toda a gente pensava que tínhamos ido para casa ninguém apareceu e foi tão bom... Em casa foi tudo mais controlado, se bem que tivemos pessoas a aparecer às 9 da noite e a ficarem para jantar...

    ResponderEliminar
  3. Confesso que estou um pouco apreensiva com essa parte...

    ResponderEliminar
  4. Ui eu detesto que me façam visitas sem estar previamente preparada lol
    beijinhoos e parabens pelo blog*

    ResponderEliminar

Obrigada!