-->

Páginas

16 fevereiro 2011

Cenário do inferno

Cenário: rua mais ventosa do país (a minha). Miúda agarrada ao chapéu de chuva, a tentar não levantar voo. Miúdo no carrinho. Mãe a empurrar o carrinho, a segurar a miúda pela mão, com um chapéu de chuva entalado entre o queixo e o ombro. Mãe ensopada. Miúdo sequinho, a dormir. Miúda a saltar nas poças de água (muito adequado, adoro). Chegamos ao carro e começa o dilema: qual deles vai ser o primeiro a entrar? Ela. Sobe para dentro do carro sozinha, senta-se na cadeira dela sozinha e fica à espera que eu vá fechar-lhe o cinto de segurança. Fecho o meu chapéu de chuva (que atrapalha mais do que ajuda), pego no ovo, ponho-o no carro. Volto ao carrinho, tiro os sacos, fecho-o e ponho-o na bagageira. Vou fechar o cinto à miúda. Entro no carro, não sem antes levar com um jacto de água, cortesia de um condutor veloz. Respiro fundo. Já passou...


7 comentários:

  1. Essa tua rua é terrível sim! Se de Verão o vento só dá tréguas de quando em vez, nem quero imaginar o que será num dia como o de hoje. Ninguém merece!

    ResponderEliminar
  2. Meu Deus!! Dantesco, no mínimo!
    Por acaso ainda há pouco estava a comentar com umas amigas o "drama" que é ter de andar com os putos na rua com o tempo neste estado!

    Já passou mesmo! Toca a regressar ao aconchego! :)

    ResponderEliminar
  3. Olha e um sling ou pano não te daria jeito? Sempre evitava o carrinho :)

    ResponderEliminar
  4. UIIII, como eu sei bem o que isso é!
    Bem vinda ao mundo-das-mães-de-dois-ou-mais-filhos-que-teem-de-sair-em-dias-de-inverno-no-seu-rigor!
    ;)

    ResponderEliminar
  5. hoje foi assim em todo o lado, mas com duas crianças foi mesmo um pesadelo :/
    *

    ResponderEliminar

Obrigada!