-->

Páginas

19 março 2011

Dia do Pai

Toda a gente sabe que a minha vida é feita de dois pais: o meu pai e o pai dos meus filhos. O meu pai é o melhor pai do mundo. Sou apaixonada por aquele homem. Complexo de Electra, sem dúvida nenhuma. Sou alapada a ele porque "as meninas puxam sempre mais aos pais". Eu também puxo à minha mãe, mas o meu pai é uma paizão irracional. Devo-lhe muito do que sou, muito do que sei, algumas qualidades que tenho e o meu principal defeito - tudo herança dele. Amo-o muito e sei que ele sabe.

O pai dos meus filhos é o melhor pai do mundo. Por todas as razões e mais algumas. Porque ama os filhos acima de qualquer coisa. Porque se mata aos bocadinhos para dar um futuro brilhante aos filhos. Porque... sim.

Hoje a miúda acordou e foi disparada ter com o pai.

"Pai, feliz dia do pai!", acompanhado de beijo e abraço apertado. E um pai em lágrimas. E uma filha felicíssima porque ia passar o dia nos mimos com o pai.

Eu fiquei com o filho mais pequeno enquanto a mais velha e o pai se foram mimar reciprocamente. E vim almoçar com os meus pais. E não sei há quantos anos não almoçávamos só os três à mesa. Foi bom. É bom. É bom ser filha deste pai e ter dado ao outro a oportunidade de ser pai. Os melhores pais do mundo, pois claro.


6 comentários:

  1. Que bonito :) um grande beijinho para esses dois pais, então.

    ResponderEliminar
  2. Sou exactamente igual em relação ao meu pai :)

    ResponderEliminar
  3. Que dia bom :D
    A minha, felizmente para mim, é mais alapada à mãe... resta saber até quando ;)

    Beijocas***

    ResponderEliminar
  4. És tramada! Deixar uma pessoa num dia primaveril e bem disposto como este, com a lágrima a saltar!!!

    ResponderEliminar
  5. Quase me levou à lágrima, este texto. Talvez pela simplicidade da felicidade que passa :)

    ResponderEliminar

Obrigada!