-->

Páginas

06 abril 2011

O dia em que resolvi aprender a... costurar

Já que ando numa de aprender, aprendo tudo. Quis aprender a costurar. Podia ter aprendido há muitos, muitos anos, mas tinha mais que fazer. Agora, com tempo livre, deu-me (também) para aqui. No domingo agarrei-me à máquina da minha mãe e andei a fazer "estradas", a coser para cá e para lá, a endireitar o ponto, a perceber o que faz cada um daqueles botões. Ontem cheguei lá a casa a dizer que queria fazer uma coisa.

Ando sempre com uma carteirinha com aqueles cartões de cliente que não me cabem na carteira principal. É o da Chicco, o da Sephora, o da Prénatal, o do cabeleireiro, o da engomadoria, o do clube de vídeo e mais uns quantos cartões que de vez em quando dão jeito. Acontece que a carteirinha que eu tinha se estava a desfazer. Vai daí achei que uma carteirinha era um bom primeiro projecto. E foi.



Foi simples: pegar num resto de tecido de umas almofadas, talhar, alinhavar, coser, descoser (porque a minha mãe enganou-se na forma como aquilo devia ser cosido), voltar a alinhavar, voltar a coser, fazer casas e pôr botões. Estou muito, muito orgulhosa da minha carteira. Não é nada de especial, mas é a prova de que, quando queremos, aprendemos.


16 comentários:

  1. Parabéns Mariana,
    Ficou bem gira,
    bjo

    ResponderEliminar
  2. Parabéns, ficou bem gira a carteirinha. :)

    ResponderEliminar
  3. Pois que ficou bem bonita.
    e andas feita uma abelhinha mestra/fada da bricolage :).
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Quando queremos aprendemos, mas também é preciso gostar. E eu detesto costura. Sei fazer umas "coisinhas", mas só faço se for MESMO necessário, tipo dar um jeito numa bainha que se descoseu ou pregar um botão. Já crochet, adoro. E tricot também. E ponto cruz. Há muito tempo que não pego em nada disso, há muitos anos... Mas acho que estes teus posts começam a inspirar-me...

    ResponderEliminar
  5. Dorushka, se serve para te inspirar já fico feliz! Também gosto de tricot, mas só faço cachecóis, que não é preciso pensar muito. Ponto cruz... já perdi a conta às coisas que fiz em ponto cruz. Aprendi em miúda e sempre adorei. Agora ando a fazer um conjunto de banho para a miúda, mas anda meio parado, por causa das outras coisas todas!

    ResponderEliminar
  6. Sabes, eu sempre gostei muito de trabalhos manuais, desde bordar a pintar, mas desde que os miúdos nasceram que não faço quase nada... não sei bem se por falta de tempo (a desculpa do costume...) ou de vontade mesmo... Ultimamente tenho sentido muita falta de me ocupar com algo que não pensar e sinto-me realmente inspirada por ti. Obrigada!

    ResponderEliminar
  7. Ta girraaa!! e perfeitinha, ali as tisquinhas a baterem certo ehehe.

    ResponderEliminar
  8. Tão girinha (:
    É sempre bom aprender né?

    xoxo,
    Ivânia Diamond*

    ResponderEliminar
  9. Ficou bem gira!
    Gostei das cores e dos botoes...original!

    Baci*

    ResponderEliminar
  10. Está bem gira! Eu já tentei aprender mas não tenho jeito nenhum, e dava-me tanto jeito saber fazer bainhas, pelo menos as bainhas...mas nem isso...sou uma trenga, sempre fui, em trabalho manuais.

    ResponderEliminar
  11. Muito gira!
    Afinal descobriste um talento oculto :-)
    Beijinhos,
    Sofia

    ResponderEliminar
  12. Mesmo gira!

    Aqui há uns anos tentei aprender e ainda cheguei a fazer umas coisas parecidas, mas entretanto deixei de fazer -.-

    De qualquer maneira, está mesmo gira, parabéns (:

    ResponderEliminar
  13. Marianne, passei por aqui e adorei, tenho estado a ler alguns dos posts, e identifiquei-me com este em particular! Porque também podia ter aprendido a costurar há anos atrás e também achava que isso não interessava nada porque tinha mais que fazer e paciência de menos... E agora estou a tentar arrepiar camiho!

    ResponderEliminar

Obrigada!