-->

Páginas

06 abril 2011

WIP


Ao longo da vida vamos cuspindo para o ar. Depois há um dia em que o que cuspimos para o ar nos cai em cima.
Durante anos "gozei" com a minha mãe. Chamava-lhe aranha tecedeira. Ela passava a vida a fazer crochet e eu não percebia qual era a piada daquilo. Até que decidi que queria aprender. E aprendi. De caminho, pedi-lhe desculpa por todas as vezes em que a critiquei. E ela só me respondeu, sabiamente, como sempre, que sabia que o meu dia havia de chegar. Chegou há umas semanas. Agora ando entretida a brincar com cores. Isto que aqui se vê vai ser a minha manta do sofá do inverno que vem. Gosto muito de fazer isto. Relaxa-me, não me deixa pensar em nada. É terapêutico, pois. E no fim vai ficar giro.


4 comentários:

  1. Podes fazer imensas coisas giras, eu, infelizmente não gosto de renda, não sei fazer nem me apetece aprender, faço outras coisas, igualmente prendadas, mas como estava a dizer, podes fazer imensas coisas, em renda, com essas "flores" eu tenho mantinhas, malas, xaile e até um vestido, gosto imenso, tenho é pena de não "me apetecer" aprender
    Boa continuação, e então agora de licença, tempo não te deve faltar

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro fazer crochet! Ultimamente não tenho feito por falta de tempo. Mas adoro!

    ResponderEliminar
  3. Aqui esta um projecto que me anda a apetecer fazer. Ja conhecia esse sitema mas sempre vi as mantas nuns tos castanhos nao gostava. Ha dias vi uma assim em cores alegres e lindas como a tua, e fiquei com imensa vontade de desatar a fazer quadradinhos as cores para juntar numa manta. Nunca tinha visto assim.. em redondo. Deve ficar giro

    ResponderEliminar
  4. Nãp vai ficar redondo!! Vai ficar hexagonal!

    ResponderEliminar

Obrigada!