-->

Páginas

29 junho 2011

Agora a sério

Não sou nada de matemáticas nem de físicas nem de químicas e afins. De cientista tenho muito pouco (para não dizer que não tenho nada). Apesar disto, um dia pus a hipótese de a Psiquiatria se cruzar no meu caminho e de seguir por aí. Não aconteceu.

Sou de letras. Sou de línguas. Não perco uma oportunidade de aprender qualquer coisa nos idiomas com que me vou cruzando. Em árabe sei dizer "bom dia", "como estás?" e pouco mais. Em japonês sei contar até dez, cortesia dos treinos de karate. Em chinês sei dizer três ou quatro pratos daqueles que toda a gente conhece. Em russo, sei da vodka, da água e sei agradecer.

Fluente? Português e inglês. Arranhado? Francês, espanhol e italiano.

Um desejo muito, muito antigo: aprender japonês, árabe e russo. Por terem alfabetos diferentes, por serem extremamente difíceis. Não perdi a esperança de um dia aprender. Quando não tiver filhos pequenos para criar e o tempo não for um bem muito, muito escasso. (E continuo a "anhar" com os textos que tenho entre mãos...)


6 comentários:

  1. Acabei de rever o meu namorado neste teu texto. Ele é um apixonado por língua também. Eu até fico mal ao lado dele eheh

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. Eu não sou de línguas... mas sempre quis aprender Alemão, vá se lá saber porquê! Um dia, talvez ;)

    ResponderEliminar
  3. Olha, se um dia te der para aprender russo conta com a minha companhia para a coisa, que também é daquelas línguas que sempre tive uma curiosidade doida de aprender.

    ResponderEliminar
  4. Eu andei 2 anos a aprender russo. Há 10 anos atrás... Na altura já dava para ir à Rússia e me desenrascar. Dez anos depois sem praticar, só já me lembro das coisas básicas...

    ResponderEliminar
  5. Porque o saber não ocupa lugar! E nunca é tarde para se aprender...
    Eu sempre quis aprender árabe! E sempre tive muita aptidão para as línguas!
    Em tempos quis aprender a falar russo, porque trabalhava nas obras e queria saber como os trabalhadores me insultavam... :)

    ResponderEliminar
  6. o meu irmão aprendeu russo sozinho! :)

    ResponderEliminar

Obrigada!