-->

Páginas

29 agosto 2011

@ Ikea - os impossíveis que acontecem

Ikea de Loures (2º Ikea do dia, já que tínhamos ido do de Alfragide para este). Elevador de acesso à loja. Entramos. Vem uma rapariga com um carrinho de bebé e uma menina pela mão. Faço o elevador esperar por elas. A rapariga diz que o marido vem lá. Pergunto se quer que mantenha as portas abertas. Diz-me que não e seguimos viagem. E depois...

Ela: desculpe, posso fazer uma pergunta?
Eu: pode, claro.
Ela: é a Marianne, não é? (o meu marido boquiaberto).
Eu: sou...

E falámos um bocadinho. E tive pena de não falarmos mais.

Gosto disto: de conhecer leitores. E, não sendo hipócrita, soube bem saber que há quem me leia e que me reconhece por aí. Não é vaidade. É apenas gostar de saber que quem me lê acha que vale a pena abordar-me. Isso deixa-me feliz. Porque isto é feito por mim, mas não era a mesma coisa sem vocês, que me lêem diariamente.

Obrigada mesmo. E, se me virem por aí, digam um olá!

P.S.: a menina do Ikea que se acuse... que eu não cheguei a perceber quem é!


16 comentários:

  1. De facto, o impossível acontece :) Deve ser uma sensação engraçada!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Da única vez que isso me aconteceu, foi assim um bocado para o assustador, já que se tratou de uma situação do género "stalker".

    ResponderEliminar
  3. Que giro... gostaria de saber é como é que te reconheceu porque nunca vi fotos tuas por aqui...

    ResponderEliminar
  4. Só sedas, nunca viste?? Já pus umas quantas. E para mim, mais estranho foi quando começaram a "apanhar-me" no Facebook, onde uso o meu nome real. Mas é na boa. Nada a esconder.

    ResponderEliminar
  5. eheheeheheheh olá Marianne, sou eu! Ainda bem que não levaste a mal, eu depois fiquei a pensar se não teria sido inconveniente, até porque não estavas sozinha, mas olha, deu-me para aquilo! Isto dos blogs faz-nos achar que conhecemos as pessoas e quando te vi achei que tinha de te falar! Foste muito simpática e o teu marido também, só se ria!
    Beijinhos e da proxima vez convido para um café, pode ser? :)

    ResponderEliminar
  6. Olá!! Não levei nada a mal!! Bem pelo contrário! foi muito bom! O meu marido é que ficou assim... "então mas tu metes fotos?". E eu expliquei que sim, de vez em quando. Não sempre, não a despropósito, mas quando calha. E depois disse-me que não fazia ideia de que havia quem me lesse...

    E fica combinado! Para a próxima, cafézinho!!

    Beijocas!

    ResponderEliminar
  7. Vi das tuas barrigas! Ahahah mas assim a cara de frente que se pudesse ver, não (a não ser agora, com a da bimby:))

    Olha eu no meu já pensei em pôr algumas vezes mas depois tenho medo porque sei lá quem é que me lê? Eu parto do principio que são pessoas normais (felizmente a maioria) mas já vi tanto filme por aqui de pessoas que se fazem amigas depois passam a odiar-se e fazem a vida acusações via net sei lá... Eu não levaria a mal que me abordassem como te fizeram (quanto muito ficaria meio envergonhada) mas gosto do meu anonimato´... olha sei lá, tenho medo!

    ResponderEliminar
  8. Percebo perfeitamente. Eu não tenho nada a esconder, mas também não tenho nada a mostrar. Gosto de passar meio despercebida, mas se alguém me reconhece não faz mal. Sei que há por aí gente estranha, parvinha, que faz e que acontece. Mas parto do princípio que, não fazendo eu mal a uma mosca, o karma não há-de ser mauzinho para mim. Até ver, nunca tive problemas aqui. Vai daí, vou estando tranquila...

    ResponderEliminar
  9. Olha por acaso adorava de verdade encontrar-me contigo, já que este blog é daqueles que mais prazer me dá ler. De verdade :)

    ResponderEliminar
  10. um episódio feliz ... que booom :)

    ResponderEliminar
  11. Acho isso giro, se bem que acho que ficaria envergonhada! hehe ;)

    ResponderEliminar
  12. É improvável que seja no ikea, ou por aí porque sou do norte e não tinha lata de me meter contigo, mas gostava sim senhora :)

    ResponderEliminar
  13. E se continuares a vir a este ikea é bem possível que nos encontremos novamente para o cafezinho porque eu sou como tu, adoro o ikea e passo a vida lá metida! :)

    ResponderEliminar

Obrigada!