-->

Páginas

15 setembro 2011

Hotel Memória e As Intermitências da Morte

Pela ordem por que os li: "As Intermitências da Morte" fizeram-me pensar e repensar. É uma história que parte de uma premissa fantástica e que continua e continua e continua e às tantas percebemos que o fim não tem nada a ver com o início (em termos de personagens e contextos, porque a premissa mantém-se) e fiquei a achar que o senhor Saramago quis escrever umas três histórias diferentes e o fez usando apenas um livro. De mestre, como seria de esperar. Contudo, não entrou para o meu TOP3 do Saramago. Aí mantêm-se intocáveis o "Ensaio Sobre a Cegueira", "O Evangelho Segundo Jesus Cristo" e o "Caim".

"Hotel Memória": porque é que não me surpreendeu o facto de ter AMADO o livro?... Gostei muito, muito, muito. Uma escrita corrida, cinematográfica, com um ritmo acelerado, a ponto de tornar o livro num page turner como deve ser. A história em si é fantástica. Só posso mesmo é aconselhar.

E a quem me pergunta, acerca do Tordo, qual a ordem por que aconselho lerem os livros, cá vai: "As Três Vidas", "O Bom Inverno", "Hotel Memória". Se quiseres ir pela ordem bibliográfica, comecem pelo "Hotel Memória", sem prejuízo nenhum. Mas não leiam "O Bom Inverno" antes de lerem o "As Três Vidas". Quando lerem os dois vão perceber porque é que digo isto...

(João, obrigada, a sério!...)

2 comentários:

  1. Do Tordo só li «As 3 Vidas» e fiquei apaixonada. quero muito ler os outros livros e vou seguir a tua sugestão. Quanto ao Saramago, só li «O Evangelho segundo Jesus Cristo», e também quero muito ler mais obras dele mas infelizmente não tenho tempo para tudo o que gostaria de ler :(

    ResponderEliminar

Obrigada!