-->

Páginas

03 outubro 2011

Desafio

A Rita lançou o desafio e eu alinho.

A ideia é que Outubro seja o mês da poupança. A vida nem sempre é como queremos que seja, e a minha, neste momento, é um bom espelho disso. Fazer de Outubro o mês da poupança é (no meu caso), mais do que uma vontade, uma necessidade. Assim sendo, os meus objectivos são:

- 150 euros para supermercado (em Setembro gastei 248 euros, portanto acho que é exequível). Somos 4 cá em casa, há fraldas e leites de lata a comprar, mas mesmo assim acho que consigo cumprir esta meta. E, na verdade, o objectivo-objectivo é não ultrapassar os 100 euros. Como é que eu penso conseguir isto? Cozinhando o que tenho congelado, usando ao máximo o que tenho na despensa (por exemplo, se tenho macarrão e não tenho fusilli, por muito que me apeteça o fusilli, cozinho macarrão) e não comprando coisas de que não precisamos mesmo. Este mês, em vez de comprar iogurtes vou fazer iogurtes, em vez de comprar bolachas vou fazer bolachas e por aí adiante.

- 30 euros para mim. Já é raríssimo almoçar fora. Tenho levado sopa para o escritório. A coisa avançou de tal modo que, depois de termos deixado de ter microondas lá, passei a andar com o termo atrás. Claro que levo uns olhares de soslaio de vez em quando mas... temos pena. Estes 30 euros servirão para o caso de ter que comer alguma vez fora, para comprar uns cromos da Kitty para a miúda (que não tem culpa dos tempos que se vivem hoje) e para um ou outro bilhete do Euromilhões. Não tenciono comprar roupa nem maquilhagem (pfff... há quanto tempo!) nem sapatos nem nada do género.

- 60 euros de gasolina. Todos os dias faço 12km num carro que gasta MUITO. Não posso não fazer este percurso: é o que faço para levar os miúdos de manhã. De resto, ando a pé: vou a pé de casa da minha mãe para a estação, faço todo o caminho até ao trabalho de transportes e no regresso a mesma coisa. Só usarei o carro fora deste percurso se tiver que ir às compras a um supermercado mais longe de casa - mas não tenciono que aconteça.

Daqui a um mês conversamos... ou se rebentar com o orçamento entretanto! E este mês o lema vai ser... pobreza franciscana!

17 comentários:

  1. Boa! Eu também vou seguir o desafio. Vamos ver!

    ResponderEliminar
  2. Marianne, estou como tu. Vai ser tudo contado ao cêntimo este mês e não tenciono dar passos em falso. Vamos ver como corre! Boa sorte! ;)

    ResponderEliminar
  3. Eu bem preciso...tinha conseguido poupar qualquer coisinha, mas entretanto vem este gasto e o outro e já levou um rombo.
    Pelo menos nas compras de supermercado vou tentar atingir o objectivo! Isso e comida de casa para levar para o trabalho....
    Sempre é qualquer coisa.

    ResponderEliminar
  4. Eu tento cumprir esse desafio todos os meses! hahahaha

    ResponderEliminar
  5. Mas aí nesse orçamento não tens os gastos com a farmácia a transportes pois não? É só mesmo por curiosidade. E 100€ de supermercado era tão bom. Por aqui gastamos à volta de 300€. Quando falas em supermercado incluis gel de banho, champoo, fruta, legumes, pão e essas coisas?

    ResponderEliminar
  6. G.,

    Não incluo despesas médicas nem transportes. É só mesmo supermercado... e por supermercado entende tudo o que se compra no super: detergentes, legumes, fiambre e bebidas, entre outras coisas.

    Para te dar um exemplo: compro champoo de 3 em 3 meses, para aí. Uso a marca Tresemme e cada frasco dá à vontade para 3 ou 4 meses. O pack de champoo e amaciador custa 7,49€, portanto compensa e muito! De resto, faço muitas compras no Minipreço que é efectivamente, mais barato do que a concorrência. Coisas do dia a dia, é no Pingo Doce (até porque tenho um ao fundo da rua e posso ir a pé!).

    ResponderEliminar
  7. Também vou tentar fazer isso, mesmo não tendo essas despesas de supermercado e assim, porque ainda vivo com os pais, tenho a minha mesada para transportes, fotocópias, gasóleo, essas coisas e vou controlar tudo ao cêntimo. Tenho uma meta que quero mesmo atingir até ao fim do ano...

    ResponderEliminar
  8. Diz-me lá, amanhã vamos almoçar. Levo termo? ;)

    Beijoquinhas

    ResponderEliminar
  9. LOL, Me!!

    Tu, não. Eu, sim! Vem aqui ter. Mac'amos, pode ser? Bjo.

    ResponderEliminar
  10. Apesar de não ter as despesas fixas de quem já tem filhotes e casa própria, tenho em mente fazer o mesmo, já que em Setembro foi uma desgraça com casamentos e aniversários, já tenho o meu orçamento para Outubro mais ou menos definido! Falta cumprir!
    Desejo que o teu consiga ser bem cumprido!

    ResponderEliminar
  11. 150 euros de supermercado acho que nem em solteira. Hoje à hora de almoço fui e foram 80 e tal e não comprei nada de especial (não costumo contabilizar à séria mas duvido que sejam menos de 400€ mês). E ainda estamos no início do mês. Ou os meus filhos comem muito ou ando a comprar nos supermercados errados :-)

    ResponderEliminar
  12. A minha pergunta não era se as despesas médicas e transportes estavam incluídos nos 100€ mas sim que no teu orçamento (o resto em que falaste extra supermercado) não tinhas incluído essas despesas. E quanto ao super sim, era mesmo se incluías tudo ou só apenas comida, porque quando as pessoas falam em super tenho sempre essa dúvida.

    ResponderEliminar
  13. Man, eu já cortei em tanta mas tanta coisa e mesmo assim a minha conta de supermercado nunca é menos de 350 a 400 euros. E somos só 3 cá em casa, não contando com o cão e os (17) pássaros.
    Compro quase tudo de marca branca, detergentes nem sequer os incluo porque a empresa que faz as limpezas trá-los, champô e amaciador é o mesmo que tu, os do puto tb duram eternidades mas mesmo assim...

    Eu já disse antes e repito, quando for grande quero ser como tu!

    ResponderEliminar
  14. Este site tem dicas muito úteis: www.saberpoupar.com :)

    ResponderEliminar

Obrigada!