-->

Páginas

16 outubro 2011

English

Dou por mim a escrever em inglês. Farto-me de escrever aqui títulos em inglês, meto imenso inglês pelo meio do resto. Parolice. Mas o que é facto é que é uma parolice que, em mim, tem seis anos. Foi há seis anos que comecei a trabalhar com um inglês. Falo inglês todos os dias, o dia todo. Temos reuniões em inglês. Passamos briefings em inglês. Fazemos brainstormings em inglês. Às vezes, eu e o meu director (português) damos por nós a falar, um com o outro, em inglês. Entranhou-se. Não estranhem. Sou capaz de, tão cedo, não perder esta mania.

6 comentários:

  1. ahahha. sei exactamente o que é isso! passei imenso tempo da minha vida a gozar com estas "parolices" e desde há uns anos para cá, sou eu! :) onde nos leva a vida!!!

    ResponderEliminar
  2. Don´t worry eu tenho o same problem:)
    Bom Domingo

    ResponderEliminar
  3. Eu tenho o mesmo problema... 90% do que escrevo no trabalho é em inglês, mas um inglês formal que depois fica mal nos posts do blog. Tenho que pensar muito para não usar palavras como furthermore, nevertheless, putative, straightforward, e coisas assim...

    ResponderEliminar
  4. Eu faço isso desde que comecei a prestar atenção às letras das músicas e às legendagens (mal feitas) dos filmes e séries, já lá vão alguns 30 anos. E sonho em inglês e tudo. E não trabalho com nenhum Inglês! :-)

    ResponderEliminar
  5. Eu confesso que não gosto. Também falo bastante inglês e entendo-me muito bem com ele, mas dou sempre preferência à minha lingua materna, que acho linda.

    ResponderEliminar

Obrigada!