-->

Páginas

11 novembro 2011

Ao longo do dia

Estou aqui há meia dúzia de horas e já percebi o seguinte: nisto de trabalhar em casa e gerir os próprios horários e tarefas há um BIG NO-NO. A saber: não se pode (poder, pode, mas é contraproducente) misturar tarefas.

Se estou a costurar uma peça, não posso interromper para mandar um mail. Se estou a trabalhar para a empresa, não posso interromper para ver os meus mails do not so fast. Se estou a pesquisar coisas na net, não posso interromper para ir à procura de um tutorial qualquer. Se estou a escrever uma crónica, não posso interromper para escrever um post. O tempo que se gasta a "mudar de frequência" é um desperdício. E o risco de a tarefa que estávamos a fazer inicialmente ficar inacabada é grande, grande.

Portanto, por aqui, trabalha-se em tranches. Uma tarefa de cada vez, iniciada e terminada de seguida. Tudo levado do princípio ao fim. Claro que nem tudo dá para fazer de enfiada. Por isso é que existem as tais tranches: uma hora por dia passa a ser para escrever no "livro". Meia hora para escrever uma crónica (ou para a alinhavar, vá). Duas horas para costurar, de seguida. E assim por diante...


10 comentários:

  1. Sim, a tentação é muita! Há que resistir.
    Uma das coisas que ajuda é não trabalhar na sala, ora porque tem a tv a pedir para ser ligaga, ora porque vê-se alguma coisa desarrumada e somos impelidas a ir arrumá-la...
    O ideal é fecharmo-nos numa divisão da casa e fazermos lá o nosso escritório, cumprindo horários!
    Disciplina é a palavra chave quando se trabalha em casa.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Eu por acaso trabalho na sala, e não me chateia por aí além ter a tv ligada, mas como tenho muito mais rendimento de manhã (não ligo a tv quando estou sozinho, prefiro música) aproveito para organizar as minhas semanas e as planificações do que quero fazer com os alunos, mas distraio-me tanto (tanto, tanto, tanto...) nos blogs e no youtube e tal. O marido acha que mais de metade do meu tempo é desperdiçado em coisas que não interessam e até é capaz de ter razão.
    Acho que já tinha chegado a essa conclusão, mas tinha muito medo de a exteriorizar, porque assim passa a ser real e tenho de fazer algo para a mudar!

    ResponderEliminar
  3. Pois... mas eu não tenho uma divisão extra que possa converter em escritório. Por isso arranjei um cantinho na sala, que converti em atelier/escritório. Não me dou mal com o conceito. Nunca ligo a TV, não cedo a isso. Até porque me enerva o ruído matinal dos Gouchas e afins. E não posso estar com atenção ao que está a dar, portanto fica off. De vez em quando ponho uma musiquita, mas nem isso é frequente.

    ResponderEliminar
  4. Cérise, o problema desse desperdício de tempo só começa a ser real quanto te começa a faltar tempo efectivo para fazeres as coisas que tens MESMO que fazer. Até lá... (os blogs é outro departamento: só abro o reader à hora de almoço e à noite, depois de terminar o trabalho).

    ResponderEliminar
  5. Concordo Marianne. Estou por casa e mesmo não me dedicando a uma atividade profissional, desorganizo-me muito facilmente com mudanças de frequência e não concluo as tarefas. É necessária muita disciplina. Dividir o tempo em tranches é uma boa ideia, mas ainda me estou a habituar. A tentação é muita :)

    ResponderEliminar
  6. Eu, numa situação como a tua, teria imensa dificuldade em organizar-me, cconfesso. Mas acredito que seja possível, e tu, com os teus hábitos de organização, consegues com certeza!

    ResponderEliminar
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  8. E eu confesso que tenho imensa dificuldade em começar e terminar uma tarefa de seguida. Mas tenho-me obrigado a tentar. Por falar em trabalhar em casa, eu, que tive essa oportunidade agora que estou nas explicações por contra própria, decidi que este ano ia a casa dos alunos. Mas é asneira. Perco demasiado tempo em explicações entre um sítio e outro enquanto que em casa eram uns a seguir aos outros. É bom por um lado porque passo por imensos sítios mas em termos de rendimento monetário não. Ganho menos e gasto mais gasolina.

    ResponderEliminar
  9. admiro a tua forma de planificar ... espero que consigas cumprir aquilo a que te propões :)

    ResponderEliminar
  10. Os blogs são uma tentação enorme, mesmo. Gosto de ir escrevendo no meu e de ir lendo, mas estou em fase de ir cortando com isso, porque senão passo horas a trabalhar e rendimento que é bom, não há.
    Disciplina é mesmo o que me faz falta. Primeiro organizar o trabalho e só depois é que pode vir o resto para não ter a sensação de tarefas intermináveis...
    Beijos*

    ResponderEliminar

Obrigada!