-->

Páginas

24 novembro 2011

Maria Guedes no Mais Mulher

Está a Maria Guedes no Mais Mulher (SicMulher) a falar de must haves para miúdos. Calças de ganga: manda ela comprar uns números acima e usar, de início, com as bainhas dobradas, e depois, à medida que os miúdos crescem, descer as dobras e continuar a usar. Segundo a Maria Guedes, as calças de ganga dos miúdos são coisas que duram imenso tempo. Eu até percebo: o filhote da Maria Guedes ainda lhe nada na barriga e está longe de usar calças de ganga.

A Maria Guedes não conhece a minha filha. Se conhecesse, saberia que as calças de ganga duram o tempo suficiente para ela as rasgar no tartan da escola. Depois levam uns remendos nos joelhos e duram mais um bocadinho. Depois ela resolve andar um dia a arrastar o rabo no tartan e as calças rasgam-se atrás. Mais um remendo. Ela faz 4 anos na semana que vem. Usa calças de 3 anos. Porque as de 4 anos ficam a nadar, mesmo com os elásticos de ajuste apertados no máximo. Se eu lhe tivesse comprado calças para 5 ou 6 anos, por exemplo (porque as calças duram imenso tempo, lá está), tinha uma miúda com um saco de batatas vestido. E que não duraria muito, por causa daquilo do tartan.

Ou seja, nisto da "moda" infantil acho que quem tem mesmo uma palavra a dizer são as mães que põem remendos nas calças, que tiram das camisolas manchas impossíveis de remover, que secam ténis com secadores de cabelo. O resto, os must haves, são balelas.

[Para miúdos, no inverno, must haves são collants quentinhos, camisolas interiores, pijamas confortáveis, boas camisolas de malha - na Zippy são baratíssimas -, um kispo e umas galochas.]

Adenda: isto não é, de todo, uma crítica à Maria Guedes, cujo trabalho respeito imenso. É antes o lado pragmático da "moda" para miúdos.

22 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. heheheh, gostei realmente quem é mãe é que sabe.

    ResponderEliminar
  3. Espelho meu, está tudo óptimo. Já nasceu a bebé dela, correu tudo muito bem e estão as duas óptimas. Como diz a Me, ela só não faz o pino porque nunca fez!

    ResponderEliminar
  4. Pois! ;) Quem passa pela experiência é que sabe...e contra isso...:)

    ResponderEliminar
  5. Suscrevo totalmente! Para o meu Pedro, nem que as calças fossem de titânio,dificilmente durariam mais de 4/5 meses...
    Ainda por cima agora, com a história dos Beylades (não sei se conheces?)passa o recreio de joelhos no chão... :)

    ResponderEliminar
  6. Pois, a minha é como a tua, calças é sempre numero a baixo! A Zippy e a Primark é do melhor para eles!

    ResponderEliminar
  7. Com essa história de comprar tamanhos acima para dar para os anos seguintes, era também a filosofia da minha mãe, não me lembro de nenhum kispo que me tivesse ficado bem. Aliás, ainda tenho um cinzento, promovido a casaco de andar por casa, que tem, sem mentir, 18 anos. (ai credo, que ao fazer as contas deu mais do que pensava). Agora sim, aquilo está-me bem. O que nós nos rimos quando vejo as fotografias com as mangas cheias de voltas. Adoro a minha mãe!

    ResponderEliminar
  8. Já sigo atentamente o teu blog há imenso tempo, embora não seja assídua nos comentários... Desta vez tinha que ser.
    Adorei este post! Mesmo.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  9. A minha Inês não rasga (muitas) calças. É completamente destravada, não há semana em que não vá à enfermaria da escola, mas não costuma rasgar calças (excepto as da C&A. As gangas da C&A não valem nada, nada, nada). Por outro lado, não há calçado que resista. É a única pessoa que eu conheço que já conseguiu rebentar com DOIS pares de crocs. Pois.
    (Diz que para a semana há galochas giras e baratas no Lidl. Será que estas aguentam? LOL)

    ResponderEliminar
  10. Eh pá... cada caso é um caso... Nunca comprei tamanhos acima de propósito, embora faça por comprar a roupa sempre "folgadita".
    Mas enquanto com a minha F essa coisa de tamanhos acima nunca resultaria (deve ser igual à tua), já com o A posso dizer que este ano comprei calças que lhe vão durar mais uns 3 anos.
    Ele corre, salta, arrasta-se, mas NUNCA estraga a roupa. E assim ela dura...

    ResponderEliminar
  11. Com a Sara tenho mesmo de comprar tamanhos acima da idade dela: ela tem 8, mas já veste coisas para 10 ou 12 anos. Não porque seja badochinha, mas porque está alta e matulona. Já com o David é ao contrário: se lhe compro coisas para a idade dele (2 anos) o pobre do miúdo fica a nadar na roupa. Tem de ser abaixo da idade, porque embora alto ele é magro. E mesmo assim, a roupa abaixo da idade dá-lhe para muito tempo!
    Os meus filhos não poderiam ser mais diferentes um do outro.

    ResponderEliminar
  12. Eu acho que cada caso é um caso. A minha tem 6 anos e compro roupa 9-10 anos. Por exemplo as calças de ganga sempre comprei número acima e dava para 2 anos (mas a minha nunca rasgou calças é mais calma:)). Mas concordo que quando o bébe ainda "nada" na nossa barriga temos imensas teorias e depois é tudo ao contrário!:)
    Beijinho, gosto muito de ler o blog.
    Joana

    ResponderEliminar
  13. até porque lhe falta uma coisa mt importante, que só se aprende passando por elas: EXPERIENCIA!

    ResponderEliminar
  14. hahahahaha És linda! É tal e qual! :D

    ResponderEliminar
  15. Concordo contigo... sou mae de dois e nunca lhes comprei roupa 2 tamanhos acima, porque simplesmente nao funciona. Corriam o risco de ficar de cuecas com as calcas caídas aos pés.

    Quanto muito, durante uns tempos ajudaram os elásticos ajustáveis, mas tirando isso, a ideia nao me parece praticavel - isto já para nao falar dos conhecidos rasgoes e crateras nos joelhos.

    Por essa ordem de ideias, supondo que a criancinha usa sapatos 32, compramos já umas botas 36 (enche-se com algodao) para dar para mais dois invernos, nao? Fica tudo dito...

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  16. Só quem é realmente mãe é que sabe.
    Eu prefiro que a minha filha ande confortável do que toda pipipi e sem se poder mexer.
    Para o infantário, há lá coisa melhor do que o típico fato de treino quentinho? Por baixo do bibe é o que basta!
    Não considero as calças de ganga confortáveis para bebés. Travam-lhes os movimentos e são frias.
    Isso antes de se ser mãe, tem-se muitas teorias...

    ResponderEliminar
  17. Roupa de criança tem que ser confortável e cómoda. tem de lhes permitir os movimentos todos. Não pode ser limitadora. É para ser usada por crianças, por isso, tem de ser de bom algodão e não fazer alergias. Eu gosto que seja colorida e divertida! Convém não ser muito cara para eles puderem estar à vontade e rastejarem pelo chão a brincar. Quanto aos tamanhos, o meu filho faz 2 anos, mas veste roupa de 1 ano ou ano e meio, na melhor das hipóteses, depende da marca e do que é.

    ResponderEliminar
  18. Os meus miúdos rasgam calças de ganga nos joelhos que é um mimo!!! A sorte é que a mãe até já costura e lá vai remediando o assunto. Comprar números acima por aqui não funciona, um deles é tão magricela e comprido que ou anda tipo saca de batatas ou anda de corsários o ano inteiro... As estilo fato de treino da Zippy são uma maravilha!

    ResponderEliminar
  19. Excelente, adorei este post e fartei-me de rir. Ri ainda mais quando olhei para o meu filho que parece um maltrapilho depois de me ter obrigado a mudar-lhe a roupa linda três vezes nas ultimas 12 horas. As três da manhã, as sete da manhã e às dez foi um festival de bolsado, xixi e sei lá mais o quê que lhe enchiam o corpinho.

    ResponderEliminar

Obrigada!