-->

Páginas

03 novembro 2011

O que muda

Muda o tempo. Muda a disponibilidade mental. Muda o cansaço. Mudam os desafios. Mudam as exigências. Muda a gestão de expetativas. Muda a vontade. Muda a forma como encaramos os dias. Muda tanto.

E se por um lado é verdade que estas mudanças são positivas, por outro também é certo que tenho saudades do sítio onde estava há um mês, quando nada fazia prever que hoje estivesse aqui, neste ponto. Tenho saudades das minhas pessoas, das piadas, das dinâmicas, da forma como as coisas aconteciam. 

Nem sempre é fácil gerir tudo. Mas gere-se. E faz-se. E daqui a uns tempos as águas turvas serão claras e tudo fará sentido.

9 comentários:

  1. Às vezes demora, mas as coisas encaixam-se aos poucos.
    Não e fácil.
    Amanhã lá estarei para interromper o teu dia. ;)

    ResponderEliminar
  2. O que não tem solução, solucionado está.

    ResponderEliminar
  3. de certeza que sim :)
    daqui a nada essas serão (também) as tuas pessoas, com as vossas piadas ... **

    ResponderEliminar
  4. Conheço essa sensação. Quando mudei de emprego também senti muitas saudades do ambiente de trabalho anterior. Para além de ter saudades de tomar café com os meus amigos do costume, até senti saudades das conversas que por norma não me interessavam mas que existiam quase a todo o momento (como as discussões aguerridas do futebol). Entretanto, o tempo passou e lá me fui habituando ao ambiente actual. Qualquer dia, estás como um peixe dentro de água.

    ResponderEliminar
  5. Relax!!! Um dia de cada vez. Era mais do que óbvio que tinhas de sentir estas mudanças assim, agora é "só" uma questão de adaptação mental e pouco mais ;)

    ResponderEliminar
  6. Ou não fosses tu aquariana...
    Há um ano atrás estava precisamente a sentir o mesmo que tu.
    Doze meses volvidos e as águas clarearam de tal forma que me sinto completamente integrada e com a sensação de que sempre pertenci aqui!
    Ainda assim, continuam a existir os dias da saudade, porque as recordações são para lá de boas e não há como esquecer quem nos acolheu debaixo da asa e nos ensinou a voar...

    ResponderEliminar
  7. Por vezes, o dinheiro não é tudo..

    ResponderEliminar
  8. Clap clap clap para ti, se é para melhor que seja.
    Aquele friozinho na barriga , as inseguranças de inicio isso acontece em cada desafio e é bom não se sentir confortável e cheia de confiança vai apalpando terreno sempre com o coração aberto e a mente ligada.
    Estou a precisar de uma coisa parecida na minha vida profissional, mas tá difícil de me mexer, sou de touro e me mexo vagarosamente e desconfiadamente mas depois de me mexer ninguém me para , é disso que tenho medo, de mim.
    Saúde, sorte e mais amor é oque te posso desejar.

    ResponderEliminar

Obrigada!