-->

Páginas

02 janeiro 2012

Para 2012

Para nós, vai ser um ano sob o signo da poupança, da ginástica orçamental, dos cortes a direito. Vai ser o ano de fazer mais com menos. Ou de fazer pelo menos o mesmo, com menos. Algumas resoluções (estou a pensar nisto apenas agora, enquanto escrevo o post, portanto a coisa pode sofrer várias edições):

- Reorganizar a minha casa: deitar fora o que não presta/está estragado, dar a roupa que não serve, levar para a terra os "monos" (coisas como batedeiras, passe-vite eléctrico, máquina de café "americana", grelhador extra). Limpar armários, livrar-me de uma série de tralha que não tem justificação possível. Ainda não cheguei ao minimalismo da Rita (nem acho que vá chegar, não é a minha forma de estar na vida, nem me ajuda a sentir-me mais feliz), mas acho que já acumulei demasiadas coisas de que não preciso e preciso de me ver livre deste peso.

- Estabelecer rotinas: deixar a filosofia do "deixa andar" e abraçar o "é para fazer, faz-se". Estipular dias e horários para fazer as coisas que me custa fazer (engomar, por exemplo... que é curiosamente muito semelhante a engonhar). Render-me à evidência de que, se arrumar/limpar uma divisão por dia a coisa não chega ao estado de sítio que se vive aqui de vez em quando.

- Fazer mais coisas com os miúdos: passeios em jardins, museus (nos dias em que não se pagam entradas), exposições. A ideia é não gastar um cêntimo nos nossos passeios, mas passear na mesma.

- Ver filmes em casa (quer aqueles mil dvds que temos por aqui e que nunca chegámos a ver, quer filmes mais recentes que dá para ver "pesquisando" na net).

- Reeducação alimentar a sério: sinto-me mal comigo, perdi agilidade, perdi mobilidade e algures along the way deixei de achar que o meu corpo era um "santuário", para passar a achar que é um depósito de coisas más. Não pode ser. Não vou fazer dietas malucas, mas quero mesmo chegar ao peso que considero ideal para mim.Este processo já começou: este ano, no Natal (que é a altura da desgraça para mim) portei-me muito, mas muito melhor do que nos últimos 4 anos. Ainda assim, aumentei 3kg. Daqui só posso concluir que eu engordo só por estar em Dezembro, assim... do ar. Bah.

- Exercício: quero voltar a correr, quero participar em pelo menos uma corrida numa das pontes. Isto implica disciplina, entrega, preserverança, treino e boa música a acompanhar. Recomeço as corridas hoje. Enquanto escrevo isto o MP3 está a carregar.

- Trabalho: continuar o Projeto (que engloba vários projectos) que nasceu em 2011. Continuar a costurar, a criar, a escrever, a fazer nascer coisas... Está para breve o nascimento oficial de mais uma coisa em que ando a trabalhar há cerca de 3 meses. Depois explico...

E é isto. Não vai ser o ano da invenção da roda (ou se calhar vai, com o adamastor que se adivinha), mas vai ser um ano bom. Tenho a certeza que sim. Portanto, vamos a isto!



9 comentários:

  1. Um óptimo ano Marianne. Espero que, mesmo neste cenário que se espera mais adverso, os teus projectos se concretizem e sejam muito bem sucedidos.

    Beijocas grandes!

    ResponderEliminar
  2. que consigas concretizar estes teus projectos :)
    Bom ano de 2012 com muita felicidade, saúde e sucesso!

    ResponderEliminar
  3. Partilho grande parte dos teus objectivos.
    Sinto mesmo a necessidade de me tornar mais exigente comigo nas primeiras coisas que referiste.

    Quanto ao teu projecto, que a sorte te bata à porta porque perseverança e talento já são coisas de casa.

    Bom ano!

    ResponderEliminar
  4. Bom 2012 !! Com alguma auto-disciplina, perseverança e paciencia esses objetivos vão ser canja !!!! Bj (Este conselho tambem é para mim propria heheheh)

    ResponderEliminar
  5. Que seja um óptimo ano para todos :)

    ResponderEliminar
  6. E eu espero que consigas fazer neste ano tudo o que aqui escreveste. BOM ANO.

    ResponderEliminar
  7. Eu até já larguei a agenda! Agora é Moleskine de bolso (muito minimalista) e o resto é tudo online! Bom Ano!

    ResponderEliminar
  8. Olá Marianne! Eu já comecei a reorganizar, não a casa, mas o quarto para se tornar mais simples a mudança de coisa, assim levo muito menos tralha atrás. Tenho particular dificuldade em deitar fora as peças de roupa que já estão velhas mas trazem muitas recordações.
    Tens posto as tuas resoluções em prática?
    xx
    Sara

    ResponderEliminar

Obrigada!