-->

Páginas

08 fevereiro 2012

Big Brother do Inferno - o dia em que deixei de sentir as pernas

Um dos fatores que me motiva nas idas ao Parque das Nações para os treinos é a arquitetura da coisa. Jardins, rio, prédios bonitos, gente a correr, cãezinhos (as if...), gente a andar de bicicleta, ar puro, pouca confusão... pois que hoje houve isto tudo e mais alguma coisa...

Portanto, não fui massacrada com corridas. Considerando que tinha (tenho!) as pernas feitas em papa, pensei que estava safa... hum hum...

Pois que a dita arquitetura da Expo, muito bonita e modernaça e cosmopolita tem uns coisos de betão lá pelo meio, a servir de parapeito para um lado... e de degrau para o outro. Ora aquilo equivale a um degrau e meio dos normais. E o meu querido PT é um senhor que dava aulas de Body Step... vai dai pôs-me a fazer step naquela coisa... (claro que quem passou ficou a tentar perceber o que se passava ali... uma a guinchar de dor e um a rir e a mandar fazer...). Ia morrendo, só vos digo!

Depois, a páginas tantas, sacou de um apetrecho que tinha levado (uma espécie de corda que estiva e que tem um punho em cada ponta - desconheço o nome técnico da coisa), passou-me aquilo pela cintura e mandou-me correr. Senti-me no Biggest Loser, a correr contra a Jillian... A dada altura ouvi um "estou orgulhoso de ti, estás a fazer tudo como eu mando!". Fiquei contente, bolas!

No final senti que tinha abdominais (escondidos sob um vasto manto de outra coisa que há-de desaparecer em breve!), glúteos (escondidos sob um vasto manto de outra coisa que há-de desaparecer em breve!), gémeos, triceps e afins. Não me apeteceu vomitar (portei-me bem com o pequeno-almoço!) e senti-me cheia de energia quando dali saí... (tanto que, horas mais tarde, tive que ir à arrecadação e subi quatro andares a pé... duas vezes).

Ele explicou-me o que me fez hoje: treino intervalado com contrastes de ritmo non-stop para aceleração do metabolismo, condicionamento e queima de calorias. E eu... amém, Pedro!

[Estou a adorar, já disse?]

12 comentários:

  1. É de um Pedro assim que eu preciso. Há à venda? ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há, pois! Manda-me o teu mail que eu passo-te os contatos dele!

      Eliminar
    2. Marianne, agradeço-te imenso, mas não me parece que ele esteja disponível para vir ao Porto só por minha causa!

      Eliminar
  2. Boa! (fiquei cansada só com a descrição).

    ResponderEliminar
  3. Pronto, mas um dia destes dizes ao Pedro para esperar 5 minutos e bebes um café comigo!!!!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Ainda bem! Agora é só não desmotivar! Força!

    ResponderEliminar
  5. Alguém tem dúvidas de que estás a adorar???

    Cheira-me é que não podemos estar mais do que uma semana sem nos encontrarmos, senão um dia destes passo por ti e nem te reconheço!!!

    ResponderEliminar
  6. Ah pois é!
    O exercício é assim como a coca-cola: "Primeiro estranha-se e depois entranha-se".
    Quando mais se faz, mais se vê resultados e mais apetece fazer e o mais estranho de tudo - acabamos por gostar daquilo!
    Hoje também tenho mais uma aulinha de Combat :)

    ResponderEliminar
  7. Posso perguntar se o serviço de pt é muito caro (se bem que o conceito de caro é relativo :)).
    gostava que me desse mais informações contactos, se for possível.
    Obrigada
    pimpolha77@hotmail.com

    ResponderEliminar
  8. O Tio Pedro é o Máior!!! E já agora... KUDOS to you ;) Força nisso que eu não consigo ter a tua força de vontade! Beijinhos!!

    ResponderEliminar
  9. Esta saga tem-se tornado viciante e motivadora :) Em especial quando o "demónio" (também conhecido como ex-prof de BodyBalance) nos leva ao desespero com as suas artimanhas e perseverança assustadora. Com aquele "mau feitio" peculiar que nos faz aceitar o desafio, conformarmo-nos com o nosso "castigo" e até agradecermos pelas sessões de tortura (ou talvez... implorarmos por mais! ;)) Força Marianne! o "demónio" que se prepare ;)

    ResponderEliminar

Obrigada!