-->

Páginas

07 fevereiro 2012

Estilo

Disclaimer: este post não contém verdades absolutas. Contém opiniões. Valem o que valem. São as minhas e é sobre a minha visão que eu falo.

Quando me vêm com a conversa do "ter estilo" começam a subir-me os calores, dou por mim com urticárias e a querer arrancar a pele de tanto me coçar. A sério. Se há coisa que eu não entendo, que me ultrapassa é isto de "ter estilo". Ler coisas como "saiba como ter estilo durante a gravidez" faz-me rir. Mesmo. Porque é uma coisa tão pequenina, tão pouco importante, tão vazia, tão oca que nem faz sentido perder muito tempo com ela. Comprar isto ou aquilo porque se gosta, porque nos fica bem, porque precisamos, eu entendo. Comprar isto ou aquilo para ter estilo... upsss... fui ultrapassada outra vez. Não me entra, pronto. Que me desculpem as fashionistas, as fashion victims e respetivas wannabes mas, de fato, é conceito que eu ainda não atingi. E aqui para nós que ninguém nos ouve, dispenso atingir...

15 comentários:

  1. Ora aqui está uma opinião com que me identifico completamente! :)

    ResponderEliminar
  2. Para mim, ter estilo é vestir-me como quero, como gosto, e não ligar minimamente à opinião dos outros e muito menos às "modas".

    ResponderEliminar
  3. Concordo em absoluto. As pessoas estão a tornar-se escravas daquilo que, supostamente, é fashion. Acabam até por usar coisas que lhes ficam mal, que nada têm a ver com o corpo delas, só porque a maioria usa e diz que está na moda. Um bocadinho mais de bom senso, auto crítica e personalidade não fazia mal nenhum a ninguém.

    ResponderEliminar
  4. Mas ter estilo pode ser exactamente o que falas, comprar algo que se gosta, que nos fica bem. Quem cuida de si própria, que gosta de estar atenta às tendências de moda é necessariamente oca ou pouco inteligente? Não me digas que nunca disseste ou pensaste que aquela pessoa tem " muito estilo?"
    bj

    ResponderEliminar
  5. Xuxu e usarem qualquer coisa SÓ porque é tendência??? Sem interessar se é uma pirosice ou se só lhes faz sobressair as piores características!!!

    É isso e dizerem-me no blog "essas calças são completamente ultrapassadas. Agora o que está na moda é..." WTF? O que está na minha moda é aquilo que quero vestir e que acho que me fica bem.

    Gente parolinha!

    ResponderEliminar
  6. Rita G., não, quem gosta de estar atenta às tendências da moda não é necessariamente oca. Mas quem age em função disso... (por isto é que escrevi o disclaimer no início do blog, porque esta é a MINHA visão e já sei que é completamente oposta à de meia blogosfera).

    Agora sobre pensar que alguém tem "muito estilo"... não, nunca pensei. Sabes porquê? Porque, para mim, esta treta do estilo é completamente irrelevante. Um exemplo: há quem ache que aquelas botifarras horríveis que atendem pelo nome de Lita ou lá o que é dão muito estilo. Eu acho-as horrorosas e acho que fazem toda a gente parecer esquisita. Idem para camisas de ganga, saias em balão, calças saruel e afins. Lá porque uma pessoa está vestida de acordo com as "tendências" (seja lá o que isso for) não quer dizer que esteja bem vestida nem que a roupa que usa lhe assente bem. Aliás, na maioria dos casos acontece precisamente o oposto.

    Concretizando: há quem ache a Olivia Palermo um ícone de estilo. Eu, que me estou bem a lixar para o estilo, acho que ela é bonita e tem um corte de cabelo giro...

    Mas isto sou eu, que sou suburbana e não quero ser coisas que não sou. Já aqui disse várias vezes: nasci para lagartixa e não quero (nem hei-de) chegar a jacaré.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que são as Lita, as calças saruel ou a Olivia Palermo?
      Eu nem isso sei...

      Eliminar
  7. Eu sigo alguns blogues, desses de dicas de moda, não para o seguir à letra, mas para ter algumas sugestões para coordenar certas peças de roupa. Estou-me bem borrifando se as minhas roupas não sigam tendências, mas assumo que tenho de me vestir de uma forma mais de acordo com a minha idade. Aos 34 anos, mãe de dois filhos, por muito que goste de blusas que revelem a barriguinha e o bodypiercing, tenho a noção que não fica bem...

    ResponderEliminar
  8. Marianne,
    mas o que é que ter estilo tem a ver com agir em função das tendências de moda, ser escrava disso? Há muita gente cheia de estilo- próprio!- que não veste e nem quer saber de tendências. Eu tb detesto as Litas, acho que ninguém fica bem com elas, mas há muitas outras coisas que gosto de ver noutras pessoas mas que em mim ficaria horrível, tenho noção disso. Não compreendo é a tua aversão pela expressão "ter estilo"...aima de tdo acho que devemos ser fiéis a nós próprios, ao nosso gosto e ter noção do que se adapta ao nosso corpo. Usar só porque é tendência, ou porque A ou B usou é que considero uma tremenda falta de personalidade. Outra coisa que não compreendo é porque é que dizes que nasceste para lagartixa e não queres chegar a jacaré. Eu quero sempre melhorar em todos os aspectos da minha vida, inclusive a imagem. Se estás a voltar ao exercício, se queres sentir-te mehor contigo própria, isso quer dizer que queres melhorar a tua imagem, não é? Então a expressão que usas parece-me algo contraditória.

    ResponderEliminar
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  10. (reformulando o comentário anterior que estava uma confusão desgraçada)

    Para mim "ter estilo" é usar aquilo que gostamos e que nos fica bem. Por isso é normal que cada pessoa tenha um estilo próprio, adequado à sua personalidade. O que descreves encaixo mais naquilo que defino como a vontade louca de "seguir tendências". Sinto que as pessoas vestem, cada vez mais, o que está na moda. No fim, parecem todas iguais, com as mesmas peças, conjugadas da mesma forma. Ficam sem personalidade. É disso que não gosto.

    ResponderEliminar
  11. Concordo a 100%! Eu também fico com urticária quando ouço essas frases... e outros comentários como: "É essencial ter esta ou aquela peça!" É essencial porquê? É como dizes: tem tão pouca importância!

    Só uma correçãozita... Não leves a mal. "Facto" mantém o "c", porque, nesta palavra, ele é pronunciado.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Não tenho nada contra a expressão, talvez porque a interprete de forma muito própria.Para mim ter estilo é usar as coisas com as quis me identifico, que me ficam bem e são apropriadas para o meu corpo e vida quotidiana, não é ir a correr à Zara comprar tudo o que está no lookbook ou o que alguém diz que é tendência. No entanto, para quem acha que ter estilo são Litas e saias mais curtas à frente que atrás, eu nunca o terei...

    ResponderEliminar
  13. Bom posso dizer-te que concordo com o que escreves! Na verdade começo a achar ridículo que metade da blogoesfera se auto-intitule de fashion blogger porque adoraaaaavvvaaa ter umas jeffrey campbel e porque usar um verniz chanel não sei quê é o must have da estação.
    Mais me irrita ainda quando há blogs e bloggers que promovem produtos de uma forma dissimulada e que acabam por mover o mundo inteiro a experimentar uma ou outra coisa.

    ResponderEliminar

Obrigada!