-->

Páginas

29 março 2012

Desafio da Anita - Dia 29 [Look]

Todo o léxico moda-fashion me irrita. Look, fashionista, trend, etc. Tudo palavras que, para mim, remetem para o mesmo: futilidade.


 


Por isso, para mim, Look é "olha", em inglês. Só.

7 comentários:

  1. A mim o que mais me irrita é "Must Have"...

    ResponderEliminar
  2. Só por curiosidade, então se é assim e ja vi que fazes questão de salientar esta opinião varias vezes, aqueles posts que fazias antes com o look do dia era mesmo o que?

    ResponderEliminar
  3. São coisas um bocado fúteis, sim. Mas depois de as ouvir/ler tantas vezes já começam a ser normais xD

    ResponderEliminar
  4. Tenho pena que tenhas uma imagem tão negativa da moda-fashion e a reduzas sempre a futilidade. É um pensamento tão limitado, tão unidimensional, pequeno mesmo. A moda é muito mais do que a expressão da futilidade de uma pessoa, é a expressão de futilidade, de personalidade, de estado de espírito, de adaptação às circunstâncias, de expressão pessoal, de inspiração, de arte, de frivolidade, de vaidade, de auto-estima, de história...
    Palavras são só palavras, o que interessa como se diz ou quem o diz? A mim nada, mas a tua opinião aqui é que conta, é mais que justo.

    ResponderEliminar
  5. São formas de ver o mundo, nada a fazer. Eu exprimo a minha personalidade, o meu estado de espírito, a minha inspiração, a minha auto-estima de outra forma. Não gosto de ser validada pelo que visto porque o que visto é só... roupa. Serve um propósito que não tem nada a ver com expressão de personalidade ou seja lá do que for. Para mim, a roupa é apenas isso: roupa. E o que verdadeiramente me enerva não é a moda em si, não é a moda enquanto arte, não é a moda enquanto expressão de identidade. É o fuss que anda por este país à conta da moda e que leva a que a dita seja vivida no cenário do tal léxico que me mexe com os nervos.

    Se, para falar de moda, me falarem em tendências, em calças de ganga, em saias, em botas e botins, em cintos e malas, tudo bem. Quando a coisa deriva para as trends, os jeans, as skirts, as boots e os anckle boots, os belts e as bags, aí sim, acho disparatado.

    Portanto, talvez seja um pensamento pequeno e limitado e básico e bacoco. Mas é o meu. E, para mim, o léxico pseudo-fashion é pequenino, reduzido, mesquinho e idiota. Palavras são só palavras? Talvez. Mas para mim, que vivo para alinhar palavras, as palavras fazem toda a diferença.

    ResponderEliminar
  6. Uma pancada. Uma fase. People change, don't they?

    ResponderEliminar
  7. Acho que andas muito mal com a vida. Anima-te!

    ResponderEliminar

Obrigada!