-->

Páginas

26 julho 2012

O meu filho é um doce!

Há bocado, já sentado no seu trono para almoçar, viu-me dar um beijo à irmã. E disse imediatamente "mãe, qué beichinho!". Encostou-se a mim para que o mimasse. E eu mimei. E ele sorriu derretido... É tão fofo... e bruto. Mas a meiguice supera a brutalidade que, quero crer, é apenas reflexo da testosterona que lhe corre por dentro.

4 comentários:

  1. O meu também é assim e gosto muito do lado meigo dele mas nunca posso esquecer que a parte da brutalidade pode ser trabalhada (e deve). Quando lhe pergunto porque é tão bruto diz-me sempre que não consegue ser melhor. É mais forte que ele!

    ResponderEliminar

Obrigada!