-->

Páginas

09 julho 2012

Onde é que nós ficámos?...

Estou finalmente de volta a casa. A semana que passou não foi fácil. Meteu uma transfusão de sangue, um ataque de panico e uma subida (demoníaca!) de leite. Mas já passou. Fui super bem tratada, com profissionalismo mas, mais do que isso, com carinho e atenção. Fiquei a saber os nomes de todos os enfermeiros daquele serviço e todos eles ficaram a saber o meu. Só tenho que agradecer a todas as pessoas que, durante esta semana, me trataram, me deram colo, me alimentaram, me fizeram rir, me deram a mão e me picaram 19 vezes os braços. É por ser assim que sempre que tenho alguma coisa é àquele hospital que recorro. Não o troco por CUF nenhuma, nem por Lusíadas, nem por Hospitais da Luz. Nada contra, mas ali fui sempre muitíssimo bem tratada, sem pagar um cêntimo que fosse. Talvez noutros lados o SNS falhe muito mas ali, naquele serviço, não falha. Falo do S. Francisco Xavier, para mim o melhor hospital de Lisboa. E, bom, agora é descansar, tentar que o leite que tenho no peito (estranhíssimo, para o tempo de gravidez que eu tinha) seque, ver se a anemia desaparece de vez e... ir à praia, ir ao cinema, ir comer um gelado e, daqui a um mês, ir de férias com os meus amores todos.

10 comentários:

  1. Força, muita força e que tudo corra pelo melhor a partir de agora.
    A vida é cruel e prega-nos muitas partidas... mas continua e temos de lhe saber sorrir mesmo quando as forçam escasseiam!
    Beijinho grande.

    ResponderEliminar
  2. Que essa força e ânimo continue e que possas recarregar baterias nessas férias com os teus mais que tudo. Que Deus te abençoe muito e que estas provas só te fortaleçam. Beijo

    ResponderEliminar
  3. e que esses miminhos bons continuem pelas mãos dos teus amores... boa recuperação sweetie**

    ResponderEliminar
  4. Olá Marianne,
    Há uns tempos que não vinha aqui, a correria do dia a dia foi disso culpada, mas hoje pensei em ti e deparei-me com tudo o que te foi acontecendo nos últimos tempos. Também eu já vivi uma história de triploidia, no meu caso foi o óvulo que não se dividiu quando da sua formação e daí resultou um 69xxx, uma Matilde que chegou às 21 semanas (parece que, quando o problema é do óvulo, tudo se detecta mais tarde e às 12 semanas ainda parecia estar tudo bem com a bebé).
    Não há muito a dizer nestes momentos que, sei-o bem, não são fáceis, mas quero-te deixar um abraço apertadinho e um beijinho muito grande.
    Maria

    ResponderEliminar
  5. Não consigo deixar de verbalizar como admiro mulher forte que és! Só de imaginar passar por 1/3 do que passaste nos últimos dias... bem, nem quero imaginar como eu ficaria de rastos. E tu? Tu mantiveste sempre a atitude positiva! É bom ver exemplos como tu....
    Muitos beijos e agora é recuperar as mazelas.... e ir de férias com os teus amores.

    ResponderEliminar
  6. Muita força, boa sorte. :) fico feliz pela rápida recuperação.

    ResponderEliminar
  7. Totalmente de acordo. O S. Francisco também era o meu hospital quando vivia em Lisboa e não conheço mais nenhum que funcione assim. E por estranho que pareça nunca tive grandes tempos de espera.

    ResponderEliminar
  8. Minha querida,

    Descança e faz tudo o que esta na ultima frase do teu post.

    Beijinhos

    Olha, tambem tive a minha Matilde no HSFX e realmente acho que nao poderia haver melhor.

    ResponderEliminar
  9. Admiro essa força.
    Demorei tempo a aceitar e por vezes ainda me vou a baixo.
    Aqui está a prova: http://momentosdisparatados.blogs.sapo.pt/tag/filho
    Boa semana

    ResponderEliminar

Obrigada!