-->

Páginas

24 julho 2012

Walking down Memory Lane #1 - os livros escolares

Quando andava na escola, era por esta altura que os livros novos chegavam lá a casa. Os meus pais iam-nos comprando à medida que estavam disponíveis nas papelarias e iam-nos levando para casa. Sempre que aparecia um livro novo era uma excitação. Eu agarrava naqueles livros e delirava com o cheiro de papel por estrear (ainda hoje adoro o cheiro dos livros novos). Depois folheava-os um a um, devagar. Via a matéria que ia dar, lia algum texto que me chamasse a atenção, antecipava o ano que estava quase a começar. Via os livros de fio a pavio, mesmo que levasse dois ou três dias a fazê-lo. Dedicava especial atenção aos livros de Português e de História, que sempre foram duas das minhas disciplinas preferidas. Eram dias felizes aqueles. Esta mania começou na primeira classe e terminou... no 12º ano.


 


E sim, eu era geek. Era a betinha feia (muito!), de óculos de massa de tartaruga (pavorosos!), cabelo estranho (várias permanentes mal sucedidas...), mal vestida (mas esforçava-me...), sem nada que me destacasse da multidão. Era a betinha feia que tinha sempre boas notas, que não faltava às aulas, que era relativamente bem comportada. Não era super popular, mas também não era ostracizada. Era faladora, divertida e extrovertida. Mas tinha sempre boas notas, daquelas que dão direito a cartas enviadas para casa e nome afixado na moldura especial da escola. E adorava gastar dias das férias a folhear os livros que haviam de acompanhar-me nos meses seguintes, até ser de novo verão e começar tudo de novo...

2 comentários:

  1. Eu era igual :) Digo sempre que não havia dia mais feliz das minhas férias de verão do que o dia em que íamos comprar os livros! Adorava!
    Agora digo isso aos meus alunos e pela expressão deles, devo parecer uma totó ;)

    ResponderEliminar
  2. Também eu! Adorava... o dia em que ia buscar os livros à escola era uma excitação! Adorava ver cada livro, ver o que iamos dar, ... que saudades :)

    ResponderEliminar

Obrigada!